Ciência-IUL    Autores    José Américo Alves Sustelo Rio    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Ciência dos Dados para não programadores
The objective of this project is to explore the use of visual programming paradigms to enable non-programmers to be part of the Data Science workforce. In contrast to existing approaches, which require programming, Scientific Workflow Management Systems (SWMS) can become an alternative to support the visual programming of data science projects. Such systems (e.g. Taverna and Kepler) use a simple graphical, graph-based structure to develop applications. This simplicity has shown to be suitable in several scientific areas such as bioinformatics, geophysics, and climate analysis. Despite the success of SWMS in data intensive research, they did not reach a state where non-programmers data scientists can use them. They still require some programming and scripting skills to code individual processing tasks. That is why research teams using those systems are usually composed of scientists and software developers. We propose to extend current SWMS to support the parameterization of generic prebuild workflow templates. Workflow templates capture the processing tasks of data science projects. A template can be seen as a formalized best practice that data scientists can use to solve common data analysis challenges. Templates are developed by multidisciplinary teams of experts and reused by non-programmer data scientists. Parameterized workflows have been used successfully in the field of enterprise computing since 1970 to increase software reuse (e.g. SAP’s parameterized workflows to automate business process models). We claim that the same type of benefits can be obtained by parameterizing scientific workflow templates.
Informação do Projeto
2019-09-17
2019-12-30
Parceiros do Projeto
Prevent Crowding
Este projecto propõe uma solução mitigante para o fenómeno de aglomeração turística dos bairros históricos de Lisboa. Os nós de detecção de aglomeração em tempo real serão instalados nas zonas críticas. Cada nó, utilizando tecnologia SDR (Software Defined Radio), capta informação sobre a actividade radiofónica de dispositivos móveis individuais (3G/4G, WiFi e Bluetooth) transportados por pessoas nessa zona. Esses fluxos de dados são pré-processados em cada nó e enviados para um servidor de nuvem utilizando uma rede LoRaWAN. Nesse servidor, esses dados são combinados com outros dados derivados da previsão baseada em SIG da oferta de camas (por exemplo, alojamento local e hotéis), a percepção de aglomeração de turistas, e a capacidade de transporte do ambiente natural e dos sítios patrimoniais. Os resultados processados no servidor da nuvem são então apresentados numa aplicação móvel aos turistas e profissionais de turismo, representando os níveis de congestionamento, bem como um sistema de recomendação de rotas alternativas menos congestionadas que maximizam a passagem por pontos de interesse das comunidades locais, tendo como critério a sua autenticidade e sustentabilidade.
Informação do Projeto
2018-01-01
2022-06-30
Parceiros do Projeto
Sustentabilidade e Autenticidade na oferta turistica
Este projeto pretende garantir a sustentabilidade ambiental, económica e social dos territórios e as cadeias de valor que apoiam produtos turísticos, através do desenvolvimento da sustentabilidade de empresas ligadas ao turismo.  O projeto tem ferramentas de gestão da sustentabilidade que visam a certificação, marketing e monitorização da sustentabilidade dos produtos turísticos:  i-SUSTENTURIS, e-SUSTENTURIS, e  Workshops itinerantes SUSTENTURIS .   I-SUSTENTURIS é um sistema de certificação composto por um conjunto de indicadores de sustentabilidade (ambientals, sociais, e destino), que irá servir para medir e acreditar a sustentabilidade de produtos turísticos, até aqueles de pequenas e médias empresas, habitualmente sem acesso a este tipo de recursos.    E-SUSTENTURIS é uma plataforma de marketing B2B (business to business)  que pretende dar visibilidade a produtos de turismo sustentável desenvolvidos localmente para que possam ser incluídos em ofertas mais abrangentes, resultando da cooperação entre vários agentes da indústria turística, incluindo agentes e operadores de viagens globais, com impacto na intermediação entre consumidores e mercados internacionais.    Workshops itinerantes SUSTENTURIS permitem a transferência de conhecimento sobre práticas de gestão responsáveis pelo desenvolvimento da sustentabilidade das empresas tendo em vista a melhoria da sustentabilidade dos produtos turísticos. tendo em conta os resultados dos indicadores i-SUSTENTURIS. Em particular irão promover a introdução da sustentabilidade nas políticas das empresas através do desenvolvimento de planos de ação para a sustentabilidade, a correção da performance do produto com base em indicadores, e a adaptação dos produtos de empresas locais ao turismo.   O projeto SUSTENTURIS é inovador a vários níveis: no foco da sustentabilidade dos produtos turísticos, na avaliação de indicadores de sustentabilidade calculados segundo uma abordagem do ciclo de vida; pela sua transparência e...
Informação do Projeto
2017-01-01
2018-12-31
Parceiros do Projeto