Ciência-IUL    Autores    Rita Ávila Cachado    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Integração social de jovens migrantes e descendentes de migrantes no Concelho de Sintra
Este projeto analisa a integração dos jovens migrantes e descendentes de migrantes no Concelho de Sintra. Tem dois objetivos principais, (i) o de investigação e (ii) o de contributo para ações de prevenção de desigualdades sociais e promoção de inclusão social.   Para tal, utiliza-se uma metodologia mista que concilia métodos quantitativos e qualitativos. Num primeiro momento, identificam-se os indicadores de integração de imigrantes que têm informação estatística desagregada a nível municipal – Sintra. O objetivo é contextualizar a integração na sociedade envolvente.   Num segundo momento, realiza-se pesquisa no terreno e entrevistas a informantes privilegiados, isto é, diretores de escolas, administradores e/ou profissionais de hospitais e centros de saúde e dirigentes de associações de migrantes, Complementarmente, são realizadas entrevistas em profundidade a dois grupos distintos: a) jovens imigrantes e descendentes de imigrantes, de diferentes ascendências e contextos socioeconómicos, a residir em freguesias diferenciadas do concelho de Sintra. O objetivo é caraterizar as condições de integração de imigrantes e descendentes, abrangendo a sua complexidade e diversidade.   Os indicadores a analisar como parte da integração social dos jovens imigrantes e descendentes são os seguintes: habitação, educação, mercado de trabalho, língua, acesso à política e à justiça, acesso à saúde, discriminação étnica e racial, participação religiosa, e participação e o acesso ao desporto e à cultura.    Equipa de Investigação: Sofia Gaspar (Coord.), Juliana Iorio (investigadora)   Consultores: Rui Pena Pires, João Sebastião, Alejandra Ortiz, Sandra Mateus, Rita Cachado    
Informação do Projeto
2019-06-01
2020-07-31
Parceiros do Projeto
Etnografia urbana e migrações sul asiáticas
Este projeto visa dar continuidade às atividades desenvolvidas em anteriores projetos de investigação de pós-doutoramento. Nos anos anteriores mantive um trabalho iniciado em 2000 com a população sul asiática transnacional de origem Gujarati e de nacionalidade portuguesa, que se centra nas questões relacionadas com as migrações, a habitação, a mobilidade transnacional e interurbana. Uma etnografia de longa duração que foi desenvolvida no âmbito do doutoramento (2004-2008) e do pós-doc (2009-2018). Esta experiência etnográfica de longa duração trouxe uma perspetiva aprofundada sobre as metodologias qualitativas centrada nas recolhas de materiais etnográficos de vária índole, experiência essa que se converteu num interesse centrado na história da Antropologia em geral e da Etnografia Urbana em particular, sobretudo no contexto português.  É uma área central para garantir a salvaguarda de materiais primários e permitir que as futuras gerações de cientistas sociais e de descendentes das famílias com quem os investigadores trabalharam possam aceder a mais materiais organizados e refletidos ética e epistemologicamente. A investigação para este projeto é centrada nos praticantes de etnografia urbana, contribuindo para a história, e nas suas práticas, contribuindo para o método.
Informação do Projeto
2018-11-01
2024-10-31
Parceiros do Projeto
exPERts - Organizando o conhecimento do planeamento: política de habitação e o papel dos peritos no Programa Especial de Realojamento (PER)
O projeto exPERts baseia-se numa análise construtivista do conhecimento dos especialistas. Nessa perspectiva, as políticas e seus paradigmas, práticas e técnicas incorporam valores e hipóteses ideológicas (Hager 1995, Wagenaar 2011, Latour 2005, Callon et al 2009); deslocam-se (e adaptam-se) entre uma variedade de contextos locais (Sanyal 2005, Knielling & Othengrafen 2009, Peck &Theodore 2010, Roy 2011, Healey 2012, 2013, Othengrafen 2014); e o papel dos especialistas vai para além da simples implementação de competências profissionais (Fischer and Forester 1993, Hoppe 1999, Jasanoff 2003, Fischer 2009).
Informação do Projeto
2016-05-01
2019-10-31
Parceiros do Projeto
Etnógrafos Urbanos. Retratos profissionais, arquivos etnográficos e revisitação de terrenos
Este projecto tem o objectivo central de estudar o percurso da etnografia urbana em Portugal. A ideia é subsidiária do projecto em curso (a aguardar financiamento) coordenado por Sónia Vespeira de Almeida, o Portuguese Anthropological Digital Archives. Se neste caso o objectivo é contribuir para a história da disciplina como um todo, este projecto visa um contributo específico para a história da etnografia urbana, face às suas especificidades. Com mais praticantes na Antropologia, a Etnografia Urbana é contudo uma área fortemente interdisciplinar, donde se pretende conhecer melhor este campo através do contacto próximo com etnógrafos provenientes da antropologia, sociologia, psicologia e geografia. Além de se concentrar no estudo aprofundado de percursos profissionais, este projecto tem igualmente uma componente etnográfica de revisitação dos terrenos dos cientistas visados. São três as facetas deste projecto: entrevistas de percurso profissional; sensibilização para a garantia da salvaguarda dos arquivos etnográficos dos cientistas visados; revisitação etnográfica dos principais terrenos de cada um.
Informação do Projeto
2016-03-01
2018-10-31
Parceiros do Projeto
Cidades em mudança: processos participativos em Portugal e no Brasil
O projeto visa a consolidação de rede internacional de colaboração entre ambas as equipes em torno de pesquisas etnográfica sobre modalidades de participação social coletiva em cidades portuguesas e brasileiras. Esta iniciativa de intercâmbio luso-brasileiro vincula-se a dois programas de doutoramento: Estudos Urbanos (FCSH-UNL e ISCTE-IUL) e Programa Pós-graduação Antropologia (PPGA/UFF). O objetivo é analisar a diversidade de formas e práticas de participação urbana e o modo como se renovam e mobilizam recursos políticos, culturais, organizativos, económicos, laborais. Esta pesquisa deseja, ainda, chamar a atenção para atividades que constituem cenários de exibição, visibilidade e disputa no espaço público urbano, desafiando para uma reflexão científica na formação avançada, mas também na divulgação do debate público sobre diferentes realidades com um potencial de comparabilidade e aprendizagem de boas práticas muito promissor.
Informação do Projeto
2016-02-01
2018-03-31
Parceiros do Projeto
O trabalho da arte e a arte do trabalho: circuitos criativos de formação e integração laboral de imigrantes em Portugal
Informação do Projeto
2014-05-01
2015-06-30
Parceiros do Projeto
Trajetos de sustentabilidade local: mobilidade espacial, capital social e desigualdade
Este projeto pretende desconstruir a imagem comum que associa o subúrbio a um espaço homogéneo, onde as pessoas vivem vidas similares em lugares relativamente idênticos. De maneira a descortinar a realidade complexa que ultrapassa estaimagem, pretendemos saber qual a relação analítica estabelecida entre a intensificação da mobilidade espacial e consequente dispersão urbana (sprawl) e os seus efeitos ao nível do equilíbrio ecológico, da fragmentação social e do grau de cidadania das populações.
Informação do Projeto
2013-04-01
2015-03-31
Parceiros do Projeto
Hindus em Lisboa. Mobilidade sócio-profissional formal e informal em contexto urbano
Hindus em Lisboa. Mobilidade sócio-profissional formal e informal em contexto urbano. 
Informação do Projeto
2012-12-01
2015-12-01
Parceiros do Projeto
Com os Pés em Três Cidades: Maputo, Lisboa, Londres. Itinerários Residenciais e Mobilidade Inter-Urbana na Diáspora Hindu-Gujarati
Com os Pés em Três Cidades: Maputo, Lisboa, Londres. Itinerários Residenciais e Mobilidade Inter-Urbana na Diáspora Hindu-Gujarati
Informação do Projeto
2009-01-30
2012-04-30
Parceiros do Projeto
A Cidade e a Rua: Uma Aproximação Etnográfica à Vida Urbana
Mais do que tema, a rua é o problema a identificar e problematizar. A rua pode ser entendida como unidade mínima de vida urbana, lugar de sociabilidade que se desdobra em vários níveis e dimensões ? de acção, interacção, diferenciação e socialização; transgressão e controlo social; circulação e inter-conhecimento; encontro e confronto; espaço de integração de funções (residenciais, laborais, de lazer), território impregnado de memórias, cenário e palco de cruzamentos sociais, de quotidianos diferenciados, de trajectórias e destinos individuais que interagem. A rua, nas suas extensões (lojas, associações, templos, praças, esquinas, até casas) é perspectivada como uma síntese possível de «vida citadina», recorte etnográfico único para a exploração e o conhecimento da vida urbana contemporânea a partir de baixo e de dentro. Neste sentido, a rua não surge como unidade definida à priori, mas sim como objecto a identificar e a construir ao longo do próprio processo de investigação, unidade de observação com uma significativa coerência social e cultural, com possibilidades de comparação que acrescentem conhecimento original a uma reflexão teórica sobre a cidade e suas dinâmicas sócio-culturais específicas. Metodologicamente, a investigação organiza-se em torno de um conjunto de estudos de caso, social e culturalmente diferenciados, tanto do ponto de vista dos temas como dos contextos etnográficos de referência.
Informação do Projeto
2005-07-01
2008-02-29
Parceiros do Projeto