Ciência-IUL    Autores    Vera Lúcia Lourenço Rodrigues    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Percursos e perspectivas dos Médicos de Família investigadores: um estudo qualitativo e quantitativo para um retrato atual e uma visão estratégica
Este projeto surgiu da necessidade de efetuar uma reflexão sobre a investigação em Medicina Geral e Familiar (MGF) em Portugal, dado que as carreiras académica e clínica seguem, geralmente, sentidos distintos, o que pode contribuir para o empobrecimento da investigação. De modo a aprimorar a investigação em MGF em Portugal é essencial distinguir quais os fatores que poderão contribuir para um maior sucesso, nas quais se possa investir e intervir. Com este estudo pretende-se descrever os percursos dos investigadores em MGF em Portugal e identificar quais os fatores que os investigadores desta especialidade consideram contribuir para sucesso em investigação em Medicina Geral e Familiar para que estas ideias possam ser aplicadas e servir de base para novos investimentos nesta área.   Investigadores Responsáveis: Margarida Gil Conde (USF Vasco da Gama) Paulo Nicola (Unidade de Epidemiologia, IMPSP, FMUL)   Equipa: Alejandra Ortiz e Vera Rodrigues (CIES-IUL), Ana Rente (UCSP Olivais), Raquel Carmona Ramos (USF Vasco da Gama)  
Informação do Projeto
2019-05-01
2021-04-30
Parceiros do Projeto
Diversidades, espaço e migrações na cidade empreendedora
Este projeto pretende analisar como a diversidade, de um tipo cosmopolita, ou superdiversidade, se tornou solicitada por decisores políticos e parte do planeamento urbano e quais os fatores e as dinâmicas que contribuem para essa configuração. A investigação que será sustentada numa abordagem qualitativa incidirá sobre os mecanismos e estratégias para a acomodação da diversidade cultural no espaço local, explorando quer a vertente das experiências quotidianas e dos encontros culturais quer os aspetos estratégicos e deliberativos das redes de governança local. Neste sentido, perguntamos como se integra a diversidade cultural nos processos de renovação urbana, de criação de imagens da cidade, de gentrificação, prestando atenção aos sujeitos e estratégias da governança local. Ou seja, como se incluem os imigrantes e grupos etnicamente diversos nas estratégias dos governos locais e nos espaços urbanos sobre as quais estas incidem? O estudo decorre em Lisboa e na cidade do Porto.
Informação do Projeto
2017-12-01
2019-02-28
Parceiros do Projeto
Compreender as práticas e desenvolver o conceito de bricolage no Estado de Providência
Os principais objetivos desta investigação são:a) Analisar as experiências dos moradores no contacto com os prestadores de serviços de saúde, nomeadamente na forma como comunicam e acedem aos serviços; e analisar o tipo de abordagens utilizadas pelos moradores para melhorar o seu acesso aos cuidados de saúde;b) Estudar os fatores que influenciam o acesso/ experiências que as pessoas vivenciam, no que respeita à saúde, tendo em consideração o Estado Social vigente, a saúde e a migração;c) Explorar a maneira como os diferentes tipos de prestadores identificam as necessidades da população, estudar os papeis que eles adotam, e os desafios e oportunidades que enfrentam; d) Aplicar novos métodos de recolha de dados sobre Estado Social em territórios complexos e superdiversos, nomeadamente métodos colaborativos e a criação de uma aplicação para telemóveis para mapear os serviços disponíveis no território em estudo; No final do projeto, pretende-se identificar qual o regime predominante de Estado Social na vertente da saúde, mais especificamente quais as desigualdades existentes, os aspetos da diversidade mais relevantes, e quais as responsabilidades assumidas pelos diferentes atores envolvidos.
Informação do Projeto
2016-05-01
2018-09-30
Parceiros do Projeto
Trovoada de Ideias: Inclusão Linguístico-social dos Estudantes dos PALOP no Ensino Superior Português
O projeto parte de dois diagnósticos aplicados a estudantes e professores de Instituições de Ensino Superior (IES) portuguesas, sobre inclusão académica de estudantes vindos de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), em duas instituições: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (2013) e ISCTE-IUL (2016). Em ambos os diagnósticos, foi clara a necessidade de adotar estratégias e instrumentos de promoção da inclusão de estudantes internacionais dos PALOP, nomeadamente de produzir e testar materiais para aprofundar as suas competências linguístico-comunicativas para fins académicos e em diferentes variedades da língua portuguesa. Por um lado, competências de compreensão oral e escrita do português europeu utilizado nas IES portuguesas; por outro, competências de produção de textos orais e escritos exigidos pela atividade académica em qualquer língua e respetivas variedades. Projetos anteriores no ISCTE-IUL e noutras IES portuguesas têm apontado no mesmo sentido, mas sem o aprofundamento da problemática sociolinguística central neste projeto.   O projeto de investigação-ação assume duas necessidades fundamentais. Em primeiro lugar, promover um conhecimento mais aprofundado sobre os repertórios linguísticos comunicativos e competências de cada estudante, por duas vias:  a) reconhecendo as variedades africanas da língua portuguesa e os contextos sociolinguísticos de cada país de origem (as quais constituem normas legítimas formalmente reconhecidas pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) em 2010, 2013 e 2016 (Planos de Ação de Brasília, de Lisboa e de Díli); b) promovendo um conhecimento mais informado das diferenças entre os sistemas educativos nos países de origem e o ensino superior no país de acolhimento, considerando as práticas escolares anteriores dos estudantes ao longo de 12 anos de escolaridade em português língua materna (L1) ou língua segunda (L2). Em segundo lugar, assumimos a necessidade de identifi...
Informação do Projeto
2016-01-01
2020-12-31
Parceiros do Projeto
Combate à exclusão social entre populações de jovens sem-abrigo: uma investigação comparativa de trajectórias de vida e programas de reinserção para mulheres e homens jovens adultos de diversas condições étnicas e migratórias
Esta investigação foca o caso particular de grupos de jovens socialmente excluídos e em risco de sem-abrigo e promove uma análise dinâmica das suas trajectórias de vida. São tomadas em consideração duas variáveis fundamentais - género e minoria étnica – e discutidas as suas implicações ao nível da construção de respostas sociais e programas de prevenção. A pesquisa envolve também a participação de jovens quer enquanto objecto, quer enquanto sujeito, pela adopção de metodologias de investigação participativa que procuram alcançar resultados ao nível do desenvolvimento pessoal, integração e coesão social. Neste contexto, é analisada e situação de diferentes contextos nacionais: Holanda, Reino Unido, Portugal e Republica Checa - CSEYP. Os níveis de jovens sem-abrigo variam entre países europeus em relação aos mecanismos de apoio disponíveis quer através dos seus próprios esforços económicos, transferências da segurança social, apoio familiar e custos de entrada nos mercados de habitação locais. Todos estes factores variam também em cada país relativamente ao género, grupo étnico minoritário e status migratório. Contudo, mesmo as sociedades mediterrânicas, com fortes sistemas de apoio familiar começaram a sentir a presença de jovens sem-abrigo, quer entre a população local, quer migratória.No norte da Europa, têm sido desenvolvidos programas intervencionistas para: a) estruturar o trabalho social com utilizadores de centros de acolhimento (“8 Step Programme” da Holanda) no sentido de promover a sua reintegração e a integração social em centros para sem-abrigo adultos e b) prevenir o surgimento de jovens sem-abrigo entre aqueles em mais alto risco (excluídos da escola e em fuga de casa) pelo fornecimento de apoio pessoal, educacional/emprego e familiar através de uma rede de agências multidisciplinares (“Safe Moves Programme” do Reino Unido). CSEYP visa testar estes programas. Neste sentido, a presente pesquisa vai: 1) Investigar a eficácia destes programas com diferente...
Informação do Projeto
2008-05-01
2011-04-30
Parceiros do Projeto
Toward a Social Construction of an European Youth-Ness: Experience of Inclusion and Exclusion in the Public Sphere among Second Generation Migrated Teenagers
Desenvolver investigação utilizando métodos quantitativos e qualitativos sobre a realidade dos jovens filhos de imigrantes nas cidades europeias.
Informação do Projeto
2006-05-29
2006-06-29
Parceiros do Projeto