EmployALL
A crise do emprego e o Estado Social em Portugal: deter a produção de vulnerabilidades sociais e de desigualdades
Descrição

EmployALL tem como objeto as relações de dependência mútua entre emprego e proteção social. No contexto da Grande Recessão e do decorrente 'programa de ajustamento', esta interdependência manifestou-se em Portugal sob a forma de duas crises articuladas: do emprego e da proteção social. A crise do emprego envolveu o aumento sem precedentes do desemprego, a redução dos salários e o aumento da precariedade das relações laborais, intensificando a pressão sobre a proteção social. A consequência, agravada por cortes que afetaram diretamente a proteção social, foi a perda da capacidade de resposta do sistema às novas (e velhas) vulnerabilidades - uma crise da proteção social. A concomitância das duas crises agravou transversalmente as desigualdades em diversos contextos territoriais. EmployALL visa dar resposta às seguintes questões de investigação: 1) Quais os mecanismos que ligam o emprego (desemprego, precariedade, declínio dos salários) à proteção social (a sua capacidade de resposta a exigências crescentes), e de que modo a pressão acrescida sobre o sistema de proteção social, assim como as suas debilidades, contribuem para aumentar os riscos no emprego e no desemprego? 2) De que modo a articulação das crises do emprego e da proteção social têm convergido na produção e na reprodução cumulativa de desigualdades, e como é que este processo pode ser revertido pelas políticas públicas? O projeto baseia-se num enquadramento metodológico interdisciplinar, aplicando métodos quantitativos e qualitativos em diversas escalas territoriais. A sua estrutura envolve seis atividades. A A1 elaborará o mapeamento teórico das relações de interdependência entre emprego e proteção social. A A2 caracteriza as crises do emprego e da proteção social em Portugal no contexto da UE e em várias escalas territoriais. A A3 analisa os impactos recíprocos entre as crises do emprego e da segurança social no quadro do regime de acumulação financializado, dedicando particular atenção ao modo como o setor financeiro tende a ocupar áreas em que a provisão pública se degradou. A A4 identifica os principais fatores impulsionadores das desigualdades, com origem nas crises do emprego e da proteção social. Com base nestas atividades, nomeadamente na identificação dos principais impulsionadores das desigualdades e na análise qualitativa de boas práticas, a A5 tem como objetivo a conceção de instrumentos de política pública que atuando sobre esses impulsionadores, possam prevenir ou reverter o nível das desigualdades sociais. A A6 é dedicada à disseminação dos resultados e das recomendações de política do projeto. EmployALL preencherá uma lacuna atualmente existente no conhecimento dos mecanismos que entretecem as crises de emprego e de proteção social em Portugal. Oferece contributos inovadores, quer para o estado da arte internacional, quer para o desenho de políticas públicas capazes de reduzir significativamente as desigualdades em Portugal.

Parceiros Internos
Centro de Investigação Grupo de Investigação Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
CIES-IUL -- Líder 2018-10-01 2021-09-30
Parceiros Externos
Instituição País Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC) Portugal Parceiro 2018-10-01 2021-09-30
Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal da Universidade de Lisboa (IDEFF) Portugal Parceiro 2018-10-01 2021-09-30
Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS/UL) (ICS/UL) Portugal Parceiro 2018-10-01 2021-09-30
Financiamentos do Projeto
Código/Referência Tipo de Financiamento Entidade Financiadora Programa de Financiamento País Valor Financiado (Global) Valor Financiado (Local) Data de Início Data de Fim
PTDC/SOC-SOC/30543/2017 Contrato FCT OE Portugal 239478,89 160589,01 2018-10-01 2021-09-30
Outputs (Publicações)

Não foram encontrados registos.

Outputs (Outros)

Não foram encontrados registos.

Ficheiros do projeto

Não foram encontrados registos.

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos projetos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados para este projeto. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.

A crise do emprego e o Estado Social em Portugal: deter a produção de vulnerabilidades sociais e de desigualdades
2018-10-01
2021-09-30