Lista de Projetos

Esta é a lista de projetos disponíveis no sistema. Para saber mais detalhes sobre um projeto clique no seu nome ou imagem. Também pode procurar por um determinado projeto na caixa de pesquisa em baixo.



A crise global do COVID-19 desencadeou grandes mudanças nas sociedades em todo o mundo, perturbando a forma como vivemos e conduzimos os negócios. Em toda a Europa, as medidas e restrições impostas devido à pandemia levaram a mudanças repentinas em muitos paradigmas, abrindo caminho para novos modelos de negócios e de operação no mercado. Essa rutura dramática acelerou algumas tendências socioeconómicas, que eram visíveis antes da crise do COVID-19, como a adoção de tecnologias sofisticadas e soluções de dados para facilitar modelos de operação centrados no ser humano, inteligentes e sustentáveis; a incorporação da sustentabilidade e da mitigação das alterações climáticas como princípios não negociáveis​​de operar e fazer negócios e, por último, mas não menos importante, confiar em soluções inteligentes baseadas em dados para orientar a tomada de decisão com otimização do desempenho comercial e da sustentabilidade. A indústria do turismo é um dos setores económicos globais que sofreu o impacto mais severo da pandemia COVID-19, o que está associado à sua desaceleração económica. Dados da Organização Mundial do Turismo das Nações Unidas (UNWTO) confirmam que a crise atual é responsável por uma queda global nas receitas de exportação de 750-900 biliões de euros e uma perda de empregos diretos estimada entre 100 e 200 milhões. Com a queda dos lucros e a incerteza da retoma de uma estabilidade nos mercados, está em risco a recuperação para breve das pequenas e médias empresas (PMEs) que, segundo a UNWTO, são responsáveis por 80% do turismo global. Com a perda de receitas e, consequentemente, a fuga de talentos para outros setores económicos, as PMEs do turismo têm de levar a cabo a retoma com recursos limitados. Através da conceção de uma solução tecnológica dinâmica (plataforma) para transferência de conhecimento e troca de experiências disponibilizada a uma rede de clusters de PME do turismo em seis países, este projeto irá demonstrar como a digitalização pode aceler...
Informação do Projeto
2022-01-02
2024-06-30
Parceiros do Projeto
According to the last WESO report, there are over 1.4bn workers in vulnerable jobs worldwide, with numbers expected to rise in 2020 due to COVID-19. Several attempts have been made at both domestic and international levels to address these concerns. This includes efforts through the Sustainable Development Goals process, which includes a specific statistical indicator to measure informal employment (8.3.1), the formulation of SDG8 (decent work) and SDG9 (sustainable industrialization). Across countries and world regions, the degree to which SDGs have been used to address youth issues and inform national policies varies significantly. Indeed, in spite of the fact that the great majority of states have formally committed to addressing the SDGs, including those related to insecure employment, there is little evidence to indicate that developing regions currently have the capacity to systematically study the problems if informal employment and vulnerability in ways that facilitate the development and implementation of concrete viable solutions. This is due, in our view, to two major challenges. First, although a number of approaches that have been used inside the EU, there has been little, if any, attempt to adapt the existing framework elsewhere. Second, no systematic review of anti-precariousness policy has been attempted beyond the EU region. LABOUR is a research and training programme designed to address the above-mentioned shortfalls of research and development approaches with particular attention to a region where this is particularly worrying concern. Informal employment in Asia is estimated to account for 68.2% of the active population. By gathering a team of 14 participants that includes academic and non-academic partners working on labour insecurity, we aim not only at producing specialists on the topic and on the region but also at proposing concrete mitigation measures that can be taken into account by decision-makers and development organisa...
Informação do Projeto
2021-10-21
2025-10-20
Parceiros do Projeto
O universo do estudo Práticas Leitorais dos Mediadores de Leitura é constituído pelos professores do ensino básico e secundário, os professores bibliotecários da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e os bibliotecários das bibliotecas públicas da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas (RNBP) na sua relação com os diversos públicos - crianças, jovens e adultos. A metodologia é mista sequencial, qualitativa – quantitativa.  O estudo realiza-se no âmbito do Plano Nacional de Leitura 2027.
Informação do Projeto
2021-10-01
2022-09-30
Parceiros do Projeto
O projeto de investigação ‘A Monumentalidade Crítica de Álvaro Siza – Projetos de Renovação Urbana depois da Exposição Internacional de Lisboa de 1998 (Expo’98)’ pretende identificar, caracterizar, discutir e refletir sobre os projetos de Álvaro Siza dentro do contexto das políticas urbanas lançadas no princípio do século XXI. O projeto possui como ponto de partida a análise da obra do Pavilhão de Portugal no contexto do projeto de renovação urbana que o evento Exposição Internacional de Lisboa proporcionou. O Pavilhão, concebido sem uma específica atribuição de programa para além do programa temporário de edifício representante de Portugal na Expo’98, é atualmente tido como um laboratório da arquitetura de Álvaro Siza e um projeto de referência dentro da Cultura Arquitetónica Portuguesa. Neste sentido considera-se indispensável um trabalho interpretativo e analítico possível de mapear e qualificar as suas qualidades e conceitos.
Informação do Projeto
2021-09-18
2023-09-17
Parceiros do Projeto
Informação do Projeto
2021-09-08
2022-08-31
Parceiros do Projeto