Lista de Projetos

Esta é a lista de projetos disponíveis no sistema. Para saber mais detalhes sobre um projeto clique no seu nome ou imagem. Também pode procurar por um determinado projeto na caixa de pesquisa em baixo.



ABRIL MATER é um projeto que pretende explorar a relação entre as mudanças sociais e políticas trazidas pela Revolução de 1974 e as transformações ocorridas no campo da maternidade e do parto em Portugal. Para o efeito, a pesquisa começará por documentar os acontecimentos que marcaram a história do país nasdécadas de 1960 a 1980, para, a partir daí, reconstituir a evolução da assistência em saúde materna no país e traçar o caminho percorrido em matéria de proteçãode direitos das mulheres e das crianças.Tendo um cariz exploratório, ABRIL MATER ensaia uma metodologia plural, de pendor qualitativo, baseada na combinação da análise de arquivos - alguns de carizpessoal (como diários, correspondência, registos fotográficos, etc.), outros públicos (arquivos de imprensa, documentos históricos, etc.) – com a recolha e análisede entrevistas sobre as vivências da maternidade nos períodos que antecederam e se seguiram à Revolução de Abril de 1974.Incidindo sobre um contexto de profundas e aceleradas transformações sociais, o projeto procura perceber de que forma as representações e práticas damaternidade se relacionam com os ambientes culturais, políticos e sociais de onde emergem e como, assim, vão estando sujeitas a sucessivas reconfigurações.Nesse caminho, a pesquisa vai lançar pistas sobre a diversidade de normas, valores e crenças que toldam as práticas da gravidez, do parto e do cuidado decrianças, trazendo ainda à luz testemunhos e experiências de maternidade peculiares, como aquelas que foram protagonizadas por mulheres e famílias nocontexto da clandestinidade. Deste modo, esta pesquisa parte da recolha de arquivos e testemunhos, mas não se limita à compilação e análise de documentos pré-existentes. No ano em que se celebram os 50 anos da Revolução de 1974, o projeto ABRIL MATER vai culminar na criação de novos arquivos e conteúdos originais, que, ademais de contribuírem para a preservação de memórias pessoais e coletivas, poderão servir de base à continuidade da invest...
Informação do Projeto
2023-03-20
2024-08-31
Parceiros do Projeto
Os jovens das periferias urbanas têm sido representados pelos media e pelas instituições políticas através da imagética da apatia, da incivilidade e dadelinquência. As ideias pré-concebidas sobre os territórios de vivência desses jovens influenciam negativamente as suas perspetivas de futuro e a sua relação coma cidade, tendo o efeito de segregá-los, particularmente no caso dos afrodescendentes. No entanto, a crescente importância da arte e das produções culturaisdessa juventude está a conferir-lhe uma nova visibilidade capaz de subverter estereótipos e afirmar identidades positivas. A potência dessas práticas criativas foinotada pelos organismos do Estado, que passaram a mobilizá-las para fins de inclusão social num contexto de promoção de uma nova geração de políticaspúblicas mais participativas. Numa conjuntura de crise económica e falta de oportunidades para a emancipação juvenil, agravada pela pandemia da COVID-19,torna-se imperativo perceber como a criatividade é mobilizada pela juventude de territórios segregados, bem como a sua influência na redefinição das políticas deque são alvo.PERICREATIVITY é um projeto que tem por objetivo examinar a criatividade dos jovens de territórios segregados nas duas maiores cidades portuguesas, Lisboa ePorto, em que as expressões artísticas são tanto um meio de conferirem sentido às suas vidas e de criarem caminhos profissionais como um recurso para ainclusão social. Propomo-nos a estudar a criatividade e a arte de jovens de territórios desfavorecidos como dois elementos dinâmicos que se retroalimentam,devendo ser enquadrados numa nova episteme influenciadora de subjetividades e estratégias políticas. As dinâmicas criativas ligadas às expressões artísticas dajuventude periférica são cada vez mais apropriadas por políticas públicas com vista a estimular o desenvolvimento local, a participação cidadã e a inclusão social.Este é o caso do ‘Programa Escolhas’ e de um conjunto de intervenções institucionalizadas de street art em Po...
Informação do Projeto
2023-03-12
2026-03-12
Parceiros do Projeto
O estudo de caracterização, análise e avaliação da qualidade das residências para estudantes do ensino superior pretende mapear e analisar as estruturas e as condições de alojamento em residência de estudantes do ensino superior. Propõe-se abranger o universo de residências sob gestão de Instituições de Ensino Superior de todo o território nacional (incluindo regiões autónomas), universitárias e politécnicas, públicas e privadas. Exclui-se da análise os equipamentos do setor empresarial e do terceiro setor. O desenho do estudo está fundamentado numa abordagem de triangulação metodológica quanti-qualitativa.
Informação do Projeto
2023-03-03
2023-05-31
Parceiros do Projeto
SYNCLUSIVE é uma abordagem de sistemas inovadores, integrais e interdisciplinares para estimular a inclusão de grupos vulneráveis ​​no mercado de trabalho. Para isso, os seis objetivos centrais são: 1) desenvolver e consolidando uma coalizão de partes interessadas em 4 Living Labs regionais em toda a Europa nos moldes da Comunidade Teoria da Ação de Coalizão, usando a abordagem ENGINE. Esta abordagem inclui um pacote integrado de intervenções que estimulem a mobilidade ascendente e lateral de trabalhadores vulneráveis, criando assim vagas para entrada de candidatos a emprego vulneráveis; 2) testar a utilidade e aplicabilidade da abordagem ENGINE para diferentes grupos vulneráveis ​​identificados como discriminados; 3) identificando impulsionadores e barreiras para mobilidade e influxo incluindo discriminação; 4) avaliar o impacto da abordagem ENGINE implementada sobre a mobilidade no mercado de trabalho e inclusão de grupos vulneráveis; 5) identificando caminhos de transição do regional ao nível da política nacional e da UE; e 6) identificar indicadores e padrões interoperáveis ​​e comparativos que são relevantes para a inclusão no mercado de trabalho de grupos vulneráveis, tendo em conta as necessidades regionais, nacionais (legislativo) e contexto cultural.
Informação do Projeto
2023-03-01
2027-02-28
Parceiros do Projeto
Portugal é um dos países europeus em que mais se fará sentir a pressão das doenças crónicas não transmissíveis (DCNT) (Coelho et al, 2019). Em Portugal, mais de quatro em cada dez adultos sofrem de uma doença crónica (OCDE, 2021). Em 2019, 41% dos portugueses com idade igual ou superior a 16 anos comunicaram sofrer de pelo menos uma doença crónica, uma proporção superior à da UE (36 %) (OCDE, 2021). A avaliação da experiência da pessoa com doença crónica e do cuidador tem uma pertinência central pela análise do Institute for HealthCare Improvement assente na “experiência do cuidado”, um dos três propostos pela estrutura do “triple goal” tendo subjacente “melhor saúde, melhor cuidado e custos mais baixos” (Mira et al, 2016). O IEXPAC tem por base o “Chronic Care Model” que avalia a experiência do utente e sua interação contínua com os profissionais e serviços de saúde. É preciso gerar resultados que consolidem esse tipo de mensuração, mostrando a sua associação com outros indicadores de resultados cuja relevância e utilidade são amplamente necessários para melhoria dos cuidados e ganhos em saúde, designadamente o bem-estar. A perceção de bem-estar reflete as reações cognitivas e emocionais às circunstâncias de vida (Ponte & Ribeiro, 2016). As perceções das pessoas sobre as suas vidas como significativas e propositais podem ser um recurso psicológico crucial para manter o seu bem-estar ideal durante um período desafiador da doença (Mohiyeddini et al, 2020).   EQUIPA DE INVESTIGAÇÃOAdelaide Belo: PAFIC; ULSLA; ACSSHelena Carvalho, Iscte - Instituto Universitário de LisboaInês Espírito Santo – PAFIC; CHULC, Iscte - Instituto Universitário de LisboaLiliana Gonçalves: ANCIMonica Santos – PAFIC; ULSLA      
Informação do Projeto
2023-03-01
2023-09-30
Parceiros do Projeto