EuroREGEN
Redes transnacionais para o desenvolvimento regenerativo na Europa: Uma perspetiva comparada sobre mobilização de base e influência em processos políticos
Descrição
O projeto EuroREGEN analisa como as redes transnacionais que promovem a transição regenerativa na Europa mobilizam, para além das fronteiras nacionais, Iniciativas de Base Comunitária (CLIs) e estabelecem relações entre estas e as instituições públicas, com o propósito de promover um ambiente institucional adequado para o desenvolvimento regenerativo.

 

Desafio
Este projeto tem dois objetivos: O primeiro é comparar como os núcleos Europeus das três maiores redes que promovem a abordagem regenerativa do desenvolvimento – Rede Global de Ecoaldeias (GEN), Rede de Transição (TN) e Rede Intercontinental para a Promoção da Economia Social e Solidária (RIPESS) – fazem o framing das demandas dos seus membros, estabelecem alianças e exercem influência sobre processos políticos. O segundo é analisar como os resultados de tais processos são transpostos para as CLIs participantes.
Abordagem

Os estudos de caso foram escolhidos tendo em conta o foco da sua estratégia. GEN e TN promovem uma abordagem bioregional da transição regenerativa, com foco na adaptação das atividades humanas aos limites dos ecossistemas, nomeadamente através da relocalização da produção e consumo e a promoção de economias circulares. Isso inclui tecnologia e redes de transporte e distribuição baseadas em energias renováveis, assim como a reintegração de resíduos nas cadeias de produção. Ambas as redes têm um histórico de promover a difusão horizontal de conhecimento, tecnologia e melhores práticas entre seus membros, além de envolver o Estado na formulação de políticas públicas. Os membros do GEN são sobretudo comunidades intencionais e assentamentos tradicionais, enquanto a TN é principalmente composta por bairros urbanos e periurbanos que se organizam para envolver municípios em planos de transição para a sustentabilidade. A RIPESS, por sua vez, preocupa-se em disseminar e estimular nas CLIs a ela associadas a democracia económica, a regeneração ecológica e a resiliência territorial, promovendo o reconhecimento e apoio institucional de práticas de solidariedade, cooperação e autogestão promovidas pelas comunidades. Suas metodologias baseiam-se na difusão horizontal de conhecimentos e boas práticas por meio de grupos de trabalho virtuais e reuniões presenciais, com o objetivo de promover a emergência de dinâmicas de ação comum. A GEN e a TN são membros fundadores da Rede Europeia de Iniciativas Comunitárias sobre Mudança Climática e Sustentabilidade (ECOLISE), uma estrutura de nível Europeu que envolve redes a nível local, nacional e Europeu, institutos de pesquisa e CLIs na produção coletiva de conhecimento e mediação institucional junto das instituições europeias, com vista ao seu engajamento no desenvolvimento e implementação de políticas públicas. A RIPESS colabora com esta rede desde 2018.

A metodologia deste projeto consiste em: Um questionário a ser aplicado a coordenadores regionais, nacionais e europeus de cada rede; Entrevistas aprofundadas com os coordenadores de um núcleo regional selecionado por cada rede, assim como com os seus coordenadores nacionais, coordenadores Europeus e os coordenadores da ECOLISE;

Observação participante das reuniões anuais e/ou semestrais dos núcleos regionais selecionados, assim como das reuniões anuais dos núcleos nacionais e Europeus de cada rede e também da ECOLISE. Estes métodos serão complementados pela análise de documentos produzidos pelas quatro redes e seus interlocutores políticos

Impacto Investigação Académica

O objetivo é teorizar sobre processos políticos na área do desenvolvimento regenerativo, assim como diminuir a distância entre a academia, a prática e as políticas públicas através de outputs dirigidos a estes públicos.

Parceiros Internos
Centro de Investigação Grupo de Investigação Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
CEI-Iscte Economia e Globalização Coordenador 2021-02-01 2024-01-31
CIS-IUL Comunidade, Educação e Desenvolvimento Parceiro 2021-02-01 2024-01-31
Parceiros Externos
Instituição País Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC) Portugal Parceiro 2021-02-01 2024-01-31
Equipa de Projeto
Nome Afiliação Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
Ana Esteves CEI-Iscte [Economia e Globalização] Investigadora Responsável 2021-02-01 2024-01-31
Maria Fernandes-Jesus CIS-IUL [Comunidade, Educação e Desenvolvimento] Co-Investigadora Responsável 2021-02-01 2024-01-31
Financiamentos do Projeto
Código/Referência Tipo de Financiamento Entidade Financiadora Programa de Financiamento País Valor Financiado (Global) Valor Financiado (Local) Data de Início Data de Fim
PTDC/SOC-SOC/2061/2020 Contrato FCT - Fundação para a Ciência e Tecnologia Projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico (IC&DT) Portugal 234672,38 231422,38 2021-02-01 2024-01-31
Outputs (Publicações)

Não foram encontrados registos.

Outputs (Outros)

Não foram encontrados registos.

Ficheiros do projeto

Não foram encontrados registos.

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos projetos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados para este projeto. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.

Redes transnacionais para o desenvolvimento regenerativo na Europa: Uma perspetiva comparada sobre mobilização de base e influência em processos políticos
2021-02-01
2024-01-31