Ciência-IUL    Comunicações    Descrição Detalhada da Comunicação    Exportar

Exportar Publicação

A publicação pode ser exportada nos seguintes formatos: referência da APA (American Psychological Association), referência do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), BibTeX e RIS.

Exportar Referência (APA)
Mauritti, R, Nunes, N., Botelho, M.C. & Craveiro, D. (2018). Desigualdades sociais e bem-estar. DESIGUALDADES, AMBIENTE E BEM-ESTAR Perspetivas e análises a partir dos dados do ESS 2016.
Exportar Referência (IEEE)
M. D. Mauritti et al.,  "Desigualdades sociais e bem-estar", in DESIGUALDADES, AMBIENTE E BEM-ESTAR Perspetivas e análises a partir dos dados do ESS 2016, Lisboa, 2018
Exportar BibTeX
@misc{mauritti2018_1566250777150,
	author = "Mauritti, R and Nunes, N. and Botelho, M.C. and Craveiro, D.",
	title = "Desigualdades sociais e bem-estar",
	year = "2018",
	howpublished = "Digital",
	url = "https://aps.pt/pt/seminario-desigualdades-ambiente-e-bem-estar-perspetivas-e-analises-a-partir-dos-dados-do-ess-2016/"
}
Exportar RIS
TY  - CPAPER
TI  - Desigualdades sociais e bem-estar
T2  - DESIGUALDADES, AMBIENTE E BEM-ESTAR Perspetivas e análises a partir dos dados do ESS 2016
AU  - Mauritti, R
AU  - Nunes, N.
AU  - Botelho, M.C.
AU  - Craveiro, D.
PY  - 2018
CY  - Lisboa
UR  - https://aps.pt/pt/seminario-desigualdades-ambiente-e-bem-estar-perspetivas-e-analises-a-partir-dos-dados-do-ess-2016/
AB  - Apresentam-se alguns dados de uma pesquisa desenvolvida no âmbito do projeto QUESQ – A Qualidade do Estado em Questão (CIES-IUL), que tem como objetivo estudar os efeitos das desigualdades sociais no bem-estar dos europeus. Exploramos as desigualdades de bem-estar na Europa com base no modelo operatório de abordagem do Bem-Estar proposto pela OCDE Better life Index. Inspirados no modelo operatório proposto por Pierre Bourdieu (1979) para identificação dos parâmetros de estruturação das condições de vida, propõem-se a construção de um índice de «volume global de bem-estar» e um índice de «estrutura de bem estar» (considerando 9 dimensões de bem-estar definidas no modelo da OCDE. O aprofundamento analítico explora de forma teoricamente orientada as interconexões, plurais e multidimensionais, entre desigualdades (categoriais e distributivas) e bem-estar, numa perspetiva transnacional (entre indivíduos) e nacional (entre países).
O estudo tem como principal fonte empírica os dados do European Social Survey 2016.
ER  -