Artigo sem avaliação científica
A abordagem sistémica da transformação social: Desafios para a esquerda
Ana Esteves (Esteves, A.);
Título Revista
Manifesto
Ano
2019
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

Esta publicação não está indexada no Google Scholar

Abstract/Resumo
A esquerda tem vindo a experienciar, desde a queda do Muro de Berlim, uma dinâmica de desagregação interna, associada a uma crise de paradigma que tem vindo a diminuir progressivamente a sua capacidade de influência e intervenção política. Isto não obstante vitórias pontuais e a tendência de várias forças políticas da esquerda de lidarem com esta crise de paradigma através da concentração interna de poder e de uma crescente rigidez conceitual e estratégica. A abordagem sistémica da transformação social é um desafio para a renovação do pensamento e estratégias de ação da esquerda. Este desafio, se aceite, poderá fortalecer a sua capacidade de lidar com problemas estruturais que contribuíram para o recrudescimento da extrema-direita nos últimos anos.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave