Artigo em revista científica
A avaliação de desempenho a 360º no mercado de trabalho Português: facilitadores e barreiras
Rita Monteiro Mourão (Mourão, R.); Sandra Marisa Lopes Miranda (Miranda, S.); Nelson Ramalho (Ramalho, N.);
Título Revista
Comunicação Pública
Ano
2015
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Títulos Alternativos

(Inglês) The 360º performance appraisal in the Portuguese labor market: facilitators and barriers

Abstract/Resumo
Para contornar algumas limitações da avaliação de desempenho tradicional (i.e., chefia avaliar o subordinado) torna-se pertinente uma abordagem à avaliação 360º, pois esta envolve mais do que um avaliador, permitindo controlar eventuais idiossincrasias dos mesmos. Nesse sentido, o presente estudo procura perceber as perceções de diferentes profissionais no que respeita aos facilitadores e às barreiras da avaliação 360º no mercado de trabalho português. Recorreu-se a um método do tipo qualitativo, tendo sido realizados quatro Focus Group. As informações recolhidas permitiram concluir que a avaliação 360º assume particular relevância quando comparada com a avaliação de desempenho tradicional, pois permite a participação ativa de todos/quase todos os atores organizacionais. Para além disso, promove o anonimato e a confidencialidade dos envolvidos, a sua formação enquanto avaliadores e a descentralização do poder avaliativo das chefias.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Avaliação de desempenho,Avaliação 360º,Facilitadores,Barreiras
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/GES/00315/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia