Comunicação em evento científico
A composição social da escola enquanto produtora de sucesso escolar: os resultados a matemática dos alunos descendentes de imigrantes no 4º ano de escolaridade
Teresa Seabra (Seabra, T.); Helena Carvalho (Carvalho, H.); Patrícia Ávila (Ávila, P.);
Título Evento
X Congresso Português de Sociologia
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Abstract/Resumo
O interesse científico pelo efeito da composição da escola sobre o desempenho dos estudantes tem já algumas décadas (desde o estudo pioneiro da equipa de Coleman, publicado em 1968) e intensificou-se no presente século, como prova a crescente produção com origem num conjunto muito diversificado de países (Cervini, 2006; Szulkin & Jonsson, 2007; Dumay & Dupriez (2008); Van Houtte & Stevens, 2009; Jensen & Rasmussen, 2011; Agirdag, Van Houtte & Van Avermaet, 2012, entre outros). Tendo o objetivo de colmatar parcialmente a escassez de estudos nacionais sobre esta temática, pretendemos identificar que efeito produz a composição (social e étnica) da escola nos resultados dos alunos a matemática, tendo controlado o efeito de outras variáveis de ordem individual e sociocultural que sabemos produzirem efeitos nesses mesmos resultados. Serão esses efeitos extensíveis a todos os grupos de alunos ou apenas a alguns, nomeadamente com origens nacionais específicas? Poderá um aluno de origem imigrante ver os seus resultados a matemática afetados pela composição social e étnica da sua escola, depois de controlado o efeito da sua condição socioeconómica, do género e da trajetória escolar nesses resultados? Para responder a estas questões, foi realizada uma pesquisa sustentada por uma extensa base de dados (23 143 alunos e 522 escolas públicas) contendo os resultados obtidos a matemática pelos alunos do 4º ano de escolaridade das escolas da Área Metropolitana nos exames do 2014-15 e a informação relativa ao seu perfil sociocultural e académico. Foi desenvolvida uma análise multinível, considerando a nível individual o sexo, o trajeto escolar, a condição socioeconómica da família e a origem nacional dos estudantes e a nível da escola, a sua composição étnica (proporção de alunos com origem imigrante) e a sua composição social. Esta análise foi complementada pelo estudo do efeito de moderação da composição étnica e social da escola nos resultados obtidos pelos alunos. Como conclusões principais, verificou-se que i) o efeito da composição social das escolas é mais relevante do que o efeito da composição étnica para explicar o desempenho dos alunos, ii) a composição social da escola tem um efeito moderador significativo entre a origem nacional dos estudantes (não imigrantes versus PALOP) e a sua realização nos exames de matemática e iii) os alunos com origem nos PALOP beneficiam mais do que os restantes alunos do facto de frequentarem escolas com um nível social médio mais elevado.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
desempenho escolar de alunos descendentes de imigrantes,composição étnica da escola,composição social da escola,efeito escola,efeito de moderação
  • Sociologia - Ciências Sociais