Comunicação em evento científico
A influência do neoliberalismo nos processos de produção de conhecimento sociológico
Miguel Ângelo Lopes (Lopes, Miguel Ângelo);
Título Evento
Desafios da Investigação: questões de método, dilemas éticos e problemas políticos
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Trabalho exclusivamente teórico-conceptual, que pretende contribuir para a discussão sobre a influência que o neoliberalismo teve, e tem, nas alterações dos processos de produção de conhecimento das ciências sociais, em particular na sociologia. Esta discussão, apesar de importantes contributos teóricos que têm sido realizados, parece-nos que deve ser aprofundada no sentido de compreendermos como essa influência foi interiorizada pela sociologia, e pelos sociólogos, e os impactos que teve quer ao nível das questões teóricas e metodológicas, quer ao nível da orientação e escolha de pesquisas. Assim, numa primeira abordagem, o trabalho incide sobre os principais enviesamentos epistemológicos – relativismo, construtivismo, etnocentrismo –, que se evidenciaram durante o século XX na sociologia, enviesamentos esses que decorrem, em certa medida, de processos de autonomia e afirmação da sociologia como disciplina. De seguida, debruçamo-nos mais especificamente sobre as consequências que a incorporação da agenda neoliberal teve na sociologia – nomeadamente o eurocentrismo, o imperialismo económico e a mercantilização académica –, não deixando de reflectir que o pensamento epistemológico desta disciplina se deve, também, dedicar a evidenciar outras sequelas menos óbvias, e explicar, de uma forma mais detalhada, os processos cognitivos que permitiram ao neoliberalismo ter um efeito profundo e duradouro nesta ciência.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
epistemologia,sociologia,relativismo,construtivismo,etnocentrismo,neoliberalismo