Artigo em revista científica Q4
A organização neotaylorista do trabalho no fim do século XX
César Madureira (Madureira, C.);
Título Revista
Sociologia, Problemas e Práticas
Ano
2000
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 1

(Última verificação: 2020-09-20 16:15)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
No fim deste século, os modelos de organização do trabalho sofrem ainda profundas influências da organização científica do trabalho. A manutenção da polarização das qualificações é possibilitada pela gestão tecnocentrada que aposta em elites de concepção e na formalização do saber da máquina, em detrimento da qualificação do recurso humano. Ainda que a valorização do capital dependa da reintrodução da inteligência produtiva, a redução dos custos imediatos e directos e a melhoria do controlo do processo produtivo constituem as principais preocupações da gestão de topo, o que torna inviável a adopção de um modelo organizacional antropocêntrico que aposte na educação/formação do recurso humano, encarando-o como uma variável estratégica.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Modelos de organização do trabalho,Sistema antropocêntrico,Gestão das tecnologias
  • Sociologia - Ciências Sociais
  • Outras Ciências Sociais - Ciências Sociais