Artigo em revista científica Q4
A pegada ideológica na narrativa da segunda revolução académica. Análise crítica da construção de um paradigma
Rosário Couto Costa (Costa, R. C.);
Título Revista
Revista Crítica de Ciências Sociais
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

N.º de citações: 1

(Última verificação: 2019-07-13 09:56)

Ver o registo na Web of Science®

Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2019-07-13 13:45)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
Neste artigo faz-se uma revisão crítica da segunda revolução académica. O objetivo é mostrar como esse marco é passível de diferentes reconstituições e interpretações, as quais não são ideologicamente neutras. Para o efeito, apresenta-se uma análise hermenêutica e comparativa de textos que teorizam essa mudança de paradigma. Tomam-se como ponto de partida quatro artigos de Henry Etzkowitz. A visão que deles se extrai assume-se como a narrativa "oficial" que terá tido influência na evolução mais recente da Universidade. Porém, quando essa teorização é confrontada com outras ideias - quer do próprio Etzkowitz quer de um estudo com a chancela da UNESCO -, surgem então algumas incoerências e limitações.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Desenvolvimento económico,Inovação,Neoliberalismo,Segunda revolução académica,Universidade
  • Sociologia - Ciências Sociais
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/SOC/03126/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia