Artigo em revista científica
A representação da África na música italiana contemporânea: do após-guerra até hoje
Luca Bussotti (Bussotti, L.);
Título Revista
Sociedade e Cultura
Ano
2017
Língua
Português
País
Brasil
Mais Informação
Títulos Alternativos

(Inglês) The representation of Africa in contemporary Italian music: from the postwar to today

(Espanhol/Castelhano) Representación de África en la música italiana contemporânea: después de la guerra hasta hoy

Abstract/Resumo
Este artigo visa analisar como a música italiana contemporânea tem representado a África e os Africanos no período Pós-Segunda Guerra Mundial. Numa primeira fase, a música italiana negligenciou por completo a África nas suas canções, provavelmente por causa do seu passado inglório colonial e fascista. Depois de algumas canções “leves” que, ao longo dos anos Sessenta, representaram os Africanos numa maneira folclórica, alguns compositores comprometidos propuseram uma imagem diferente da África: primeiro, como um mundo longínquo, desejável e “nostálgico”, e depois denunciando as condições dos imigrados na Itália, sobretudo de origem africana. Finalmente, um ponto de vista mais interno emerge graças a jovens rappers Ítalo-Africanos (assim como Ítalo-Asiáticos), capazes de “inverter” a perspetiva com que a música italiana tinha olhado até então para África. O artigo serviu-se de uma metodologia qualitativa, baseada na análise de conteúdo das canções e usando algumas entrevistas dos cantores presentes na esfera pública.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Imagem,África,Compositores,Rappers Ítalo- Africanos,Cidadania
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/CPO/03122/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia