Artigo em revista científica Q3
Academias de talento feminino: meios de emancipação ou ferramentas de reprodução social?
Susana Santos (Santos, S.);
Título Revista
Ex aequo
Ano
2020
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 1

(Última verificação: 2021-09-24 15:32)

Ver o registo na Scopus


: 6.2
Títulos Alternativos

(Espanhol/Castelhano) Academias de talento femenino: ¿formas de emancipación o mecanismos de reproducción social?

(Inglês) Feminine leadership academies: emancipation forms or social reproduction mechanisms?

Abstract/Resumo
Os programas de promoção do talento e liderança direcionados a mulheres têm-se desenvolvido nos últimos anos e acompanham os debates mais alargados sobre a igualdade de género, as diferenças salariais e a conciliação entre trabalho e vida familiar. As sociedades de advocacia pelo seu carácter internacional e de grande permeabilidade aos discursos na esfera económica global são um excelente objeto de observação. Este artigo problematiza as interseções entre feminismos e neoliberalismo, em especial, o feminismo neoliberal e o feminismo transnacional de negócios a partir da observação sociológica da cultura organizacional das sociedades de advocacia de grande dimensão em Portugal.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Academias de talento feminino,Liderança,Feminismo neoliberal,Feminismo transnacional de negócios,Sociedades de advocacia
  • Sociologia - Ciências Sociais
Projetos Relacionados

Esta publicação é um output do(s) seguinte(s) projeto(s):

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.