Comunicação em evento científico
Big data, métodos emergentes online e o seu lugar no desenvolvimento da sociologia: implicações teórico-metodológicas e éticas
Tiago Lapa (Lapa, T.);
Título Evento
Os Desafios da investigação: Questões de método, dilemas éticos e problemas políticos
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Abstract/Resumo
Nos recentes anos temos assistido ao desenvolvimento de abordagens e técnicas inovadores aplicáveis em vários campos científicos com um conjunto de promessas: interdisciplinaridade, aumento de poder preditivo, facilidade de recolha de dados em volume e extensão, diminuição de custos, entre outros. Mas que impactos poderemos esperar na prática de investigação sociológica? E o que poderá significar para os sociólogos a incorporação de modalidades de pesquisa que incorporam métodos no campo do Big Data, análise de redes sociais ou mesmo da Inteligência Artificial, no sentido lato? Podemos esperar o surgimento de novos subcampos, como a sociologia computacional, e a atualização e emergência de novos objetos que têm haver com o impacto dos avanços técnicos? Que desafios se colocam à formação de sociólogos e à própria noção de pesquisa social como teoricamente orientada? E, ainda neste quadro, que novos desafios éticos se colocam à pesquisa social? O que se propõe é uma apresentação, sistematização e debate sobre estas questões. Não só em termos dos tipos de pesquisa que técnicas inovadoras poderão permitir como o estudo das elites dominantes ou das interações nas redes sociais online usando técnicas de “data mining” ou “machine learning”, mas também sobre o que estas questões significam em termos do desenvolvimento da sociologia enquanto ciência. Por um lado, alguns identificam aqui efeitos disruptivos e uma possível mudança paradigmática no seio das ciências sociais, que poderá alterar o próprio estatuto da Sociologia enquanto ciência, ou o aprofundamento da interdisciplinaridade e o esbatimento de fronteiras disciplinares, mesmo entre ciências naturais e sociais. Por outro lado, outros identificam os riscos de empirismo, da menorização da necessidade de enquadramento dos dados e da dessensibilização da análise face aos contextos sociais concretos. Por fim, a utilização de técnicas inovadoras significa que, atualmente, vários cientistas sociais já possuem informação extensa, sensível e com valor económico de muitos indivíduos, o que interpela considerações éticas na prática de pesquisa sobre a gestão destes dados e que os escândalos recentes têm colocado a nu.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Big Data,Ciências Sociais,Ética