Artigo em revista científica Q2
Construindo resistência: Etnografia de um centro social autogerido em Lisboa
Mateus Sadock (Sadock, M.);
Título Revista
Etnográfica
Ano (publicação definitiva)
2023
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2024-04-12 20:26)

Ver o registo na Scopus

Google Scholar

Esta publicação não está indexada no Google Scholar

Títulos Alternativos

(Inglês) Building resistance: ethnography of a self-managed social centre in Lisbon

Abstract/Resumo
O Covil é um centro social autogerido em Lisboa. Anarquista, ligado à cena punk e localizado numa zona da cidade que abriga dinâmicas sociais próprias de resistência coletiva, contrasta com a cidade hegemónica da gentrificação. Polo de resistência, é vivido como um espaço de desenvolvimento e emancipação coletiva e pessoal. Através de pesquisa etnográfica, este artigo analisa o Covil, permitindo compreender e problematizar como nele se entrecruzam anarquismo, punk e gentrificação.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Anarquismo,Culturas urbanas,Etnografia urbana,Gentrificação,Política prefigurativa,Punk
  • Sociologia - Ciências Sociais
  • Antropologia - Ciências Sociais