Artigo em revista científica Q2
Coreografias de evasão: segregação e sociabilidade entre os jovens do break dance das favelas da Maré
Otávio Raposo (Raposo, Otávio);
Título Revista
Etnográfica
Ano
2012
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 2

(Última verificação: 2020-12-05 05:51)

Ver o registo na Scopus


: 1.3
Abstract/Resumo
Na Maré, bairro do Rio de Janeiro formado por dezasseis favelas, encontra-se um dos mais fortes núcleos de dançarinos de break dance (dança pertencente à “cultura hip-hop”) da cidade. Num meio onde os confrontos armados entre as diferentes fações do tráfico de droga, agravados pela ação truculenta da polícia, impõem fronteiras que constrangem o convívio e a mobilidade, esses dançarinos têm conseguido romper as dinâmicas da segregação. Várias vezes por semana, mais de quarenta jovens de toda a Maré reúnem-se para treinar break dance em diferentes locais do bairro. Alargam, assim, as suas redes de amizade para fora dos limites territoriais impostos pelo tráfico, que inibem a circulação dos moradores, particularmente os jovens, nas áreas sob o domínio de bandos rivais. A adesão à dança fá-los partilhar elementos simbólicos de interpretação e atuação no seu quotidiano, permitindo-lhes alterar o modo de apropriação do bairro, além de expandir os seus circuitos para outras partes da cidade. Nesse processo, criam identidades positivas que subvertem o rótulo de “favelado” e contestam os estigmas e dispositivos de confinamento que os querem manter isolados e anónimos nos territórios de pobreza.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Sociabilidade,Juventude,Favela,Culturas urbanas,Hip hop,Segregação
  • Sociologia - Ciências Sociais