Artigo em revista científica
Da renovação do trabalho: o futuro por organizar
João Vasco Coelho (Coelho, J. V.);
Título Revista
Organizações e Trabalho
Ano
2012
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
As mutações do universo do trabalho, iniciadas na década de 1970, e, em grande medida, ainda em curso, têm, de algum modo, gerado mais dissenso do que consenso. O trabalho tem hoje, certamente, uma configuração distinta do trabalho existente há três décadas atrás. A mudança é, sobretudo, qualitativa, e não concorre, pensamos, para a noção do fim do trabalho como medida de valor. A classe trabalhadora é hoje mais complexa, heterogénea e fragmentada, distinta da que predominou nos anos de apogeu do taylorismo e do fordismo. Da mudança decorre, na verdade, uma nova anatomia do trabalho; trata-se de um tropismo que se concretiza não propriamente de uma desconstrução do trabalho enquanto categoria sociológica-chave para a compreensão da realidade material de grupos e indivíduos, ou de uma inflexão próxima de um fim determinado pelos avanços tecnológicos e científicos dos meios de produção, mas sim da emergência de um trabalho polissémico, no mosaico de formas que lhe pode actualmente dar expressão.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Trabalho,Mudança social,Transitoriedade,Identidade profissional,Identificação e experiência subjectiva do trabalho