Artigo em revista científica
Definindo a agenda dos agenda-setters: estratégias, oportunidades e constrangimentos ao agendamento mediático na era das Tecnologias da Informação e Comunicação
Pedro Pereira Neto (Neto, P. P.);
Título Revista
Observatorio (OBS*)
Ano
2011
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2019-03-23 10:07)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
A tese defendida neste trabalho joga-se no primeiro dos quadros que Viana (1995) considera constituírem o ciclo de vida das políticas públicas1, ou seja, sobre o agendamento enquanto dimensão de acção inscrita no conceito de influência. Pretende-se a equação das estratégias, oportunidades e constrangimentos colocados actualmente às organizações que pretendem inserir na agenda mediática determinados temas, a partir de uma releitura e revalorização do conceito de agenda-setting, numa era em que as Tecnologias de Informação e Comunicação se revelam instrumentos incontornáveis de acção política
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Agenda-setting; Collective action; Communication; Environment; Media
  • Ciências da Computação e da Informação - Ciências Naturais
  • Ciências da Comunicação - Ciências Sociais