Editor de livro
ESLC 2011 – Inquérito Europeu às Competências em Línguas Estrangeiras
Ana Sousa Ferreira (Sousa Ferreira, A.; Ferreira, A. S. ); Vanda Lourenço (Lourenço, V.); David Nóvoas (Nóvoas, D.);
Abstract/Resumo
O primeiro Inquérito Europeu às Competências em Línguas (ESLC1), iniciativa da Comissão Europeia, teve como principal objetivo avaliar a proficiência em língua estrangeira de alunos a frequentar, preferencialmente, o último ano do ISCED 2 (9.º ano de escolaridade), tendo por referência o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (QECR). O consórcio internacional Surveylang – composto por entidades especializadas em diferentes áreas – concebeu, aplicou e analisou os testes de avaliação da proficiência em língua estrangeira e os questionários ao aluno, à escola e ao professor. A informação reunida pelos questionários permitiu contextualizar os resultados obtidos na testagem e acrescentar conhecimento sobre as práticas de ensino e aprendizagem das línguas estrangeiras avaliadas. Participaram no ESLC 14 países europeus, correspondendo a 16 sistemas educativos – Portugal, Espanha, França, Bélgica (subdividida nas suas três comunidades linguísticas: francesa, flamenga e alemã), Reino Unido (Inglaterra), Polónia, Suécia, Croácia, Estónia, Grécia, Malta, Holanda, Eslovénia e Bulgária. No total, o estudo envolveu, aproximadamente, 53 mil alunos. Cada sistema educativo avaliou os seus alunos em duas das cinco línguas mais ensinadas na Comunidade Europeia: inglês, francês, alemão, italiano e espanhol. Portugal aferiu os resultados dos seus alunos em inglês como primeira língua estrangeira (LE I) e em francês como segunda língua estrangeira (LE II), dado serem estas as duas línguas mais ensinadas no território nacional. A avaliação da proficiência nas duas línguas estrangeiras conduziu à criação de duas amostras com, aproximadamente, o mesmo número de alunos. Cada aluno participante no estudo foi avaliado apenas numa das duas línguas estudadas.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Competências linguísticas,Avaliação de alunos