Artigo sem avaliação científica
Implicações do “Brexit ” para o Setor Imobiliário: Pistas para uma Reflexão
José Esperança (Esperança, J.); Fernando Ferreira (Ferreira, F.);
Título Revista
Confidencial Imobiliário
Ano (publicação definitiva)
2017
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2024-02-22 23:20)

Ver o registo no Google Scholar

Abstract/Resumo
Parece generalizado o consenso em torno da importância que o sector imobiliário assume para o desenvolvimento económico e social de uma região ou de um país. Mudanças estruturais – ou mesmo de conjuntura – nele verificadas, produzem impactos expressivos noutros segmentos da atividade económica e, naturalmente, no bem-estar das populações. Importa ter presente, no entanto, que o sector imobiliário é também influenciado pelos mercados e áreas que influencia, estando também ele exposto a focos de destabilização. Neste sentido, o mais recente fenómeno do “Brexit” não pode passar ao lado dos diversos stakeholders, pois reflete a situação de instabilidade e recessão em que a Europa se encontra, com repercussão clara, por exemplo, nos níveis de pessimismo sentidos e na tendência de intenção e/ ou efetivação de construção ou aquisição de habitação. Neste artigo, não pretendemos ser exaustivos, nem esgotar o assunto. Tal intento seria sempre demasiado ambicioso e muito pouco realista. Procuramos, isso sim, lançar algumas pistas para uma reflexão mais aprofundada dos impactos do “Brexit” para o sector imobiliário.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Bexit,Sector imobiliário.