Publicação em atas de evento científico
Mulher toxicodependente e suas representações: um estudo comparativo entre Brasil e Portugal
Katruccy Medeiros (Medeiros, K.); Silvana Maciel (Maciel, S. ); Joana Alexandre (Alexandre, J.);
12º Congresso Nacional de Psicologia da Saúde: Promover e Inovar em Psicologia da Saúde
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Abstract/Resumo
Este estudo procura estudar as representações sobre mulheres e mulheres toxicodependentes numa amostra de estudantes universitários em ambos os países. No contexto brasileiro foi possível constatar a visualização de fatores relacionados ao género feminino de forma mais “pormenorizada”, traduzida por meio da associação à questões relativas à vulnerabilização da mulher, esta visualizada enquanto: “prostituta”, “perigosa”, “compulsiva”, “abandonada”, “problemática” e “sem oportunidade”. Em uma conjuntura criminalizante do uso de droga, no Brasil essa mulher é pensada a partir de um contexto marcado por preconceito e exclusão. Já as representações construídas pelos portugueses, estas salientaram uma definição objetiva, veiculada sobretudo a partir das estruturas patogênicas, tais como: “vício”, “doença”, “depressiva”, “dependência” e “seringa”, sendo a droga a principal mediadora entre o indivíduo-doença. Considerando as mudanças no cenário Português frente às drogas, vem consolidando-se um modelo de assistência mais humanizado, porém, o problema da droga para os portugueses, aparece enquanto um problema do indivíduo, desconsiderando as implicações sociais e ambientais.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Toxicodependência,Mulheres,Estereótipos