Publicação em atas de evento científico
O bairro operário da Tabaqueira (1962-1974) para Albarraque: O ideário de uma nova modernidade promovida pela CUF
Vanessa Alves (Alves, V.); Teresa Marat-Mendes (Marat-Mendes, T.); Inês Marques (Marques, I.); Mafalda Sampayo (Sampayo, M.);
11ª Conferência Internacional da Rede Lusófona de Morfologia Urbana (PNUM 2023). Morfologia Urbana: Planeamento, Recuperação e Resiliência. Atas de Resumos
Ano (publicação definitiva)
2023
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2024-07-13 08:10)

Ver o registo no Google Scholar

Abstract/Resumo
O presente artigo promove uma análise de caracterização morfológica ao bairro operário da Tabaqueira, edificado em Albarraque, no concelho de Sintra. O bairro resultou de um projeto promovido e realizado pela Companhia União Fabril (CUF), em diferentes fases de desenvolvimento. Em 1962 é construída a primeira fase e, posteriormente, entre 1972 e 1974 é concluída a sua edificação. A construção do bairro respondeu aos instrumentos legais de apoio à habitação social promovidos pelo Estado Português, aliados também às políticas paternalistas da própria CUF e nele se adota uma Arquitetura Moderna. O programa de casas económicas das “Habitações Económicas – Federação de Caixas de Providência” (HE-FCP) assumiu uma linha de desenho e de pensamento do espaço de habitação em sintonia com as teorias do Movimento Moderno contemporâneas. Foi autor do Projeto do Bairro da Tabaqueira, o arquiteto António Moreira Veloso (1927-2002). Este arquiteto já havia participado e contribuído para o desenvolvimento de alguns projetos de arquitetura habitacional em Portugal até 1960, nomeadamente para os Olivais Norte e Sul, do qual Moreira Veloso herdou um modo de fazer e construir cidade que valorizava a existência e a permeabilidade dos espaços verdes. Em Albarraque, Veloso viria a optar por uma disposição das bandas habitacionais num quarteirão aberto, no sentido de garantir uma desejável permeabilidade entre os espaços públicos.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
  • História e Arqueologia - Humanidades
  • Artes - Humanidades
  • Outras Humanidades - Humanidades
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UIDB/04466/2020 Fundação para a Ciência e a Tecnologia
UIDP/04466/2020 Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Projetos Relacionados

Esta publicação é um output do(s) seguinte(s) projeto(s):

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.