Comunicação em evento científico
O que leva os consumidores a considerarem algumas marcas como sendo “cool”? or What makes consumers consider some brands to be “cool”?
Sandra Loureiro (Loureiro, S. M. C.);
Título Evento
Invitation as guest speaker SemeAd, Seminários em Administração da Universidade de São Paulo, Brasil
Ano
2021
Língua
Inglês
País
Brasil
Mais Informação
--
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

Esta publicação não está indexada no Google Scholar

Abstract/Resumo
Marcas cool e a competitividade das empresas. Marcas niche e mass coolness. Diversos exemplos. Marketers strive to create COOL brands, but the literature has not always offered a model that allows understanding the characteristics of these cool brands. The 10 characteristics that a brand must have to be considered cool show that the cool brand influences important outcome variables, including consumer attitudes towards satisfaction, or intentions to talk about and willingness to pay for the brand. In the beginning, most brands are interesting for a small niche, at which point they are perceived as more sub-cultural, rebellious, authentic and original. Over time, some brands are adopted by the masses, at which point they are perceived as more popular and iconic. Examples of Portuguese brands.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
  • Economia e Gestão - Ciências Sociais

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.