Artigo em revista científica
Pertenças sociais e formas de percepção e representação da morte
Abílio Oliveira (Oliveira, A.); Lígia Amâncio (Amâncio, L.);
Título Revista
Psicologia
Ano
1998
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Hoje em dia, o ser humano tem uma grande probabilidade de morrer no hospital ou a caminho dessa instituição pública, onde a morte tende a ser “escondida”. Neste artigo pretende-se investigar e compreender a forma como a morte é percepcionada e representada por futuros profissionais de saúde. Apresenta-se um estudo exploratório, cujos principais objetivos consistem em: apreender as dimensões de significação que estruturaram os pensamentos, sentimentos e imagens relativamente à morte numa população formada por estudantes de biologia, enfermagem e medicina, de ambos os sexos, e analisar em que medida essas estruturas significantes diferenciam os grupos sociais considerados. Este estudo constitui a primeira parte de uma investigação empírica, enquadrada teoricamente no modelo das representações sociais, tal como foi inicialmente proposto por Moscovici (1961).
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Representação da morte,Pertenças sociais,Representações sociais