Artigo em revista científica Q3
Públicos e participação em museus. Um modelo interpretativo de sugestões pós-visita
Maria João Lima (Lima, M. J.); José Soares Neves (Neves, J. S.); Sónia Apolinário (Apolinário, S.);
Título Revista
Observatorio (OBS*)
Ano (publicação definitiva)
2022
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2024-04-16 09:08)

Ver o registo na Scopus

Google Scholar

N.º de citações: 1

(Última verificação: 2024-04-18 16:57)

Ver o registo no Google Scholar

Títulos Alternativos

(Inglês) Audiences and participation in museums. An interpretive model of post-visit suggestions

Abstract/Resumo
Os públicos têm ganho crescente importância enquanto agentes das instituições culturais, de modo que a auscultação dos seus discursos e avaliações sobre as instituições e sobre os produtos culturais constituem relevantes instrumentos para a gestão da missão cultural e para as políticas culturais. Importante componente de participação e de avaliação, a recolha das opiniões e sugestões dos visitantes das instituições museais revela potencialidades na medida em que o próprio discurso dos atores é objeto de análise. Um modelo analítico que dê sentido às opiniões e sugestões dos públicos com vista à sua incorporação no planeamento e gestão das instituições museais é um passo importante nesse sentido. Este artigo versa sobre uma grelha de análise de testemunhos escritos após a visita a museus e exposições. A sua construção foi realizada no âmbito do Estudo de Públicos de Museus Nacionais (EPMN), que incluiu um universo de 14 museus (n= 6.656) (Neves e Mourão, 2016). Num segundo momento, e partindo da base empírica dos estudos destes museus, foi aplicada na análise dos públicos regulares (n= 912) no Grupo de Projeto Museus no Futuro (Camacho, 2021). A grelha foi novamente aplicada e testada no contexto de outra recolha empírica em 2019, sobre os públicos de uma exposição temporária - Loulé: Territórios, Memórias e Identidades (LTMI) - que decorreu no Museu Nacional de Arqueologia (Neves, Santos e Apolinário, 2020). Neste artigo, faz-se um enquadramento teórico sobre os públicos e sua relevância para as instituições museais, apresenta-se a metodologia subjacente à construção da grelha interpretativa e explicita-se as ilações descorrente da sua aplicação. Concluímos que as sucessivas aplicações da grelha permitem sustentar a adequação e pertinência do modelo e as condições da sua generalização à análise das opiniões e sugestões, em contextos diferenciados, e a solicitações também diversas tanto do ponto de vista teórico como empírico
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Públicos de museus e exposições,Sugestões pós-visita,Modelo interpretativo
  • Sociologia - Ciências Sociais
  • Ciências da Comunicação - Ciências Sociais
  • História e Arqueologia - Humanidades

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.