Comunicação em evento científico
Representações da gravidez e do parto na imprensa feminina portuguesa: o caso da revista Modas & Bordados entre 1960 e 1977
Dulce Morgado Neves (Neves, D. M.);
Título Evento
Colóquio O Feminino nos Arquivos
Ano
2020
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Modas & Bordados é o título de uma publicação dirigida ao público feminino, que atravessou uma grande parte do século XX Português. Nascida como suplemento do jornal O Século, em 1912, esta revista acompanhou importantes mudanças da sociedade portuguesa, refletindo transformações nos ideários e nas condições de vida das mulheres no país. Ao longo dos tempos, a par de conselhos de moda, culinária, saúde e beleza, os debates sobre a condição social das mulheres e assuntos políticos foram ganhando uma crescente relevância na publicação, fazendo desta revista semanal um baluarte da intervenção e das reivindicações femininas da época. Neste texto vamos abordar o lugar que, na Modas & Bordados, foi estando reservado aos temas da gravidez, do parto e do cuidado das crianças, no período entre 1960 e 1977. Na impossibilidade de abarcar todo o tempo de atividade da publicação (e os seus mais de três milhares de números), optámos por centrar a análise nas décadas de 1960 e 1970, para tentar perceber de que forma a evolução das representações sobre gravidez e parto pode ser refratária das intensas transformações ocorridas na sociedade portuguesa nos períodos que antecederam e se seguiram à Revolução de Abril de 1974.
Agradecimentos/Acknowledgements
A consulta de arquivos para a realização deste trabalho foi feita por mim e pela aluna da Licenciatura em Antropologia do ISCTE-IUL, Ana Margarida Guerra, a quem agradeço pelo trabalho realizado.
Palavras-chave
Modas & Bordados,Gravidez,Parto