Artigo em revista científica
Tránsitos de género en Cuba: políticas públicas y migraciones género-disidentes
Yarlenis Mestre-Malfran (Mestre-Malfran, Y.); João Manuel de Oliveira (Oliveira, J. M.); Mara Lago (Lago, M.);
Título Revista
Periódicus
Ano
2019
Língua
Espanhol/Castelhano
País
Brasil
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2022-06-25 10:47)

Ver o registo no Google Scholar

Abstract/Resumo
La idea de un género naturalizado como sexo e idealizado en la figura del héroe nacional, ha alimentado el imaginario cubano durante décadas, definiendo lealtades y deserciones. Este texto recurre a pesquisa bibliográfica, análisis de experiencias empíricas como un modo de colocar en diálogo diferentes historias de marginación de las disidencias de género en Cuba– las Unidades Militares de Apoyo a la Producción (UMAP), el éxodo del Mariel y la actual política trans. Nuestras reflexiones pretenden sumar al esfuerzo teórico-político de pensar otra ontología del género -como tránsito, como geografía -que permita imaginar políticas emancipadoras, teniendo en cuenta que las políticas cubanas fallan al comprender los tránsitos de género y consecuentemente, frenan estos procesos.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Trânsitos de género,Migrações,Políticas públicas,Cuba
  • Outras Ciências Sociais - Ciências Sociais

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.