Comunicação em evento científico
Trovoada de Ideias: Portugue?s Acade?mico para Estudantes dos PALOP
Ana Raquel Matias (Matias, A.R.); Paulo Feytor Pinto (Pinto, P.F.);
Título Evento
Simpo?sio Internacional SIPLE 2017 – PLE/L2: Contextos, Usos e Pra?ticas de Ensino
Ano
2017
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Nesta comunicação, apresenta-se um projeto de investigação-ação na área da didática do português em contextos específicos. O objetivo do projeto é a inclusão académica e social de estudantes do ensino superior português, oriundos de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), através de uma oficina de aprofundamento de competências de compreensão oral e escrita do português europeu e de produção de textos exigidos pela atividade académica. O projeto parte de dois diagnósticos aplicados a estudantes e professores de duas instituições: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (ESE-IPS, 2013) e ISCTE, Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL, 2016). Estes diagnósticos confirmaram que o contexto sociolinguístico dos estudantes em questão suscita situações inesperadas e muitas vezes ignoradas de incompreensão entre estudantes fluentes em diferentes variantes nacionais do português que conduzem a um menor desempenho académico e a uma inclusão social mais difícil dos estudantes africanos. Para dar resposta às necessidades linguísticas específicas destes estudantes estrangeiros falantes de português, o projeto inclui: 1) uma oficina de formação orientada para as necessidades académicas dos estudantes, 2) a produção de um guião com materiais a utilizar nas instituições de ensino superior portuguesas, 3) um livro sobre o trajeto escolar dos estudantes participantes, 4) uma brochura com orientações pedagógicas para professores, e 5) a criação de uma bolsa de estudantes-mediadores. O primeiro produto preliminar do projeto é o programa de atividades e conteúdos previstos para a oficina de formação constituída por 16 sessões semanais de 120 minutos. Os conteúdos e competências relativos à língua portuguesa serão os seguintes: diferenças fonéticofonológicas entre o PE e as variantes africanas; léxico e fraseologias do PE; conotação; código oral e escrito; linguagem não-verbal (multimodal); exposição oral formal; debate; textualidade (coerência, coesão e progressão); textualização (planificação, produção, revisão); grafémica; seleção e tratamento de informação; resumo; texto expositivo; texto argumentativo; concordância de pessoa, género e número entre nomes, pronomes, determinantes, adjetivos e verbos; e coesão temporal entre advérbios e entre verbos (pretéritos, conjuntivos, condicional).
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Inclusão académica e social,Necessidades Linguísticas,Variantes do Português Académico
Projetos Relacionados