Ciência-IUL    Autores    Fernando Brito e Abreu    Currículo
Resumo CV

Fernando Brito e Abreu é doutorado em Engenharia Informática pelo IST/UTL e professor associado do Departamento de Ciências e Tecnologias da Informação do ISCTE-IUL, onde dirige o Mestrado em Informática e Gestão (MIG), sendo membro do Concelho Científico do ISCTE-IUL em representação da Unidade de Investigação ISTAR-IUL. Anteriormente foi professor auxiliar do Departamento de Informática da FCT/UNL, tendo exercido também funções docentes no ISEGI/UNL (atualmente NOVA IMS), IST/UTL, ISEG/UTL e na Academia da Força Aérea. Foi ainda professor convidado do Département Informatique da École des Mines de Nantes durante uma década, no âmbito do mestrado europeu EMOOSE. Nessas universidades foi / tem sido responsável e lecionado disciplinas de 1º ciclo (Engenharia de Software, Análise de Sistemas, Conceção e Desenvolvimento de Sistemas de Informação, Programação Orientada a Objetos, Introdução à Programação), 2º ciclo (Arquiteturas de Software, Desenho de Software Orientado a Objetos, Qualidade do Produto e do Processo, Metodologias de Investigação) e 3º ciclo (Engenharia de Software Experimental). Foram concluídas, ou estão em fase de conclusão, cerca de 30 dissertações (incluindo 7 doutoramentos) sobre sua orientação.

Foi investigador no Grupo de Engenharia de Software do INESC Lisboa, no centro de investigação CITI (Centro de Informática e Tecnologias da Informação) da FCT/UNL e posteriormente foi um dos fundadores da unidade de investigação ISTAR-IUL no ISCTE-IUL, onde criou e liderou o grupo de Software Systems Engineering, em que permanece atualmente. Promoveu a celebração de vários protocolos de investigação aplicada / transferência de tecnologia e/ou colaboração entre: (i) INESC e Marinha Portuguesa, (ii) CS/03 e itSMF Portugal, (iii) NAV EPE e FCT/UNL, (iv) SINFIC e FCT/UNL, (v) Turismo de Portugal e ISCTE-IUL e (vi) GEOTA e ISCTE-IUL. Para além de projetos financiados e desenvolvidos no âmbito desses protocolos, tem coordenado equipas de investigação em vários projetos científicos financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e outros projetos de extensão universitária, como por exemplo com os Correios de Portugal, a Portugal Telecom ou a Assembleia da República.

Produziu perto de duas centenas de textos científicos e técnicos, incluindo artigos em revistas como: Science of Computer Programming, Journal of Systems and Software, IEEE Latin America, Object Expert, Computer Standards & Interfaces, ERCIM News, Personal Computer World, L'Objet, Qualirama, Sistemas de Informação e Interface. O seu trabalho é citado perto de 2800 vezes (h-index 23), de acordo com o Google Scholar. Foi pioneiro em Portugal na Engenharia de Software Empírica com o seu grupo de investigação QUASAR (QUantitative Approaches in Software engineering And Reengineering). Entre as suas propostas estão o conjunto MOOD (Metrics for Object Oriented Design), atualmente utilizado na indústria de software e a abordagem Metamodel Driven Measurement (M2DM). Esta última permite a formalização abstrata de métricas sobre um metamodelo de domínio usando OCL, uma linguagem de especificação de restrições que faz parte do UML. O M2DM foi aplicado em vários domínios (por exemplo, desenho orientado a objetos, desenvolvimento baseado em componentes, modelação de processos de negócios, modelação de infraestruturas de TI).

É desde 2014 editor associado da revista Software Quality Professional da American Society for Quality, delegado português na IFIP TC2 (Software: Theory and Practice) e membro da equipa técnica do modelo de processo MPS.BR, largamente usado no Brasil. Tem sido revisor regular em várias revistas, conferências e workshops internacionais, bem como avaliador de projetos de investigação. Tem servido regularmente na montagem de eventos científicos internacionais, como membro do comité administrativo (steering committee), presidente, vice-presidente ou membro da comissão organizadora, da comissão de programa e de outras comissões, palestrante (keynote speaker), apresentador de seminários (tutorial speaker), coordenador ou membro de painéis e outras sessões técnicas. Foi também presidente da CS/03 (Comissão Sectorial para a Qualidade nas Tecnologias de Informação e Comunicações), do Instituto Português da Qualidade, durante 8 anos (2000-2007), no âmbito da qual foi um dos criadores e impulsionadores da conferência internacional QUATIC, atualmente na sua 12ª edição.

Qualificações Académicas
Universidade/Instituição Tipo Curso Período
Instituto Superior Técnico - UTL
Doutoramento Engenharia Informática e de Computadores 2001
Instituto Superior Técnico - UTL
Mestrado Engenharia Electrotécnica e de Computadores 1990
Instituto Superior Técnico - UTL
Licenciatura Engenharia Electrotécnica 1985
Áreas de Investigação
Software Engineering
Model Driven Development
Software Quality
Process Modelling
Software Evolution
Empirical Software Engineering