Ciência-IUL    Autores    Idalina Conde    Currículo
Resumo CV

Docente ISCTE-IUL e investigadora no CIES; doutorada em sociologia com especialização sobre arte e cultura em paralelo com  abordagens biográficas e de memórias bem como estudos visuais. Está a concluir as provas de agregação académica. No ISCTE-IUL foi ainda co-fundadora do Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação. É membro da Associação Portuguesa de Sociologia e colaborou com o Observatório das Atividades Culturais. 

Autora de numerosa produção e com assiduidade em conferências inter/nacionais, tem cerca de 170 apresentações mais 20 moderações, uma parte das quais com diversidade de enquadramentos. No exterior, a participação em conferências internacionais e encontros europeus corresponde a 30% daquele total, com presença em vários países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Reino Unido, Suécia, Rússia, Canadá e Estados Unidos. Tem 6 livros, incluindo dissertações, um em co-autoria e como editora, perto de 30 capítulos de livros e praticamente o mesmo quanto a artigos em revistas bem como relatórios de projetos. A que se acrescentam  pelo menos quatro de grandes projetos em participou como consultora. De 2008 a 2017, ainda produziu 14 working-papers com peer-review; 13 apresentações em sessões abertas e workshops de investigação no ISCTE-IUL. Noutros espaços programou e realizou 24 formações (cursos e workshops) sobre abordagens biográficas, remembrance, arte, cultura, património e Europa.

Artigos anteriores e algumas recensões apareceram em revistas nacionais (Sociologia – Problemas e Práticas, Análise Social, Cadernos de Ciências Sociais, Forum Sociológico Ler História), para além de títulos já não ativos mas a citar pela sua relação com arte, cultura, ciência e politica (OBS – Revista do Observatório das Actividades Culturais. Vértice, Risco, Revista de Ciência, Tecnologia e Sociedade; Arte & Leilões, Phala, World Futures). Na passagem de 80 para os anos 90, também integrou a direção do CIES e o conselho de redação da revista Sociologia – Problemas e Práticas assim como, a partir de 2002, o conselho editorial da Trajetos. Revista de Comunicação, Cultura e Educação. Desde 2012, é membro do comité científico da revista Cambio. Rivista sulle Trasformazioni Sociali, publicada pela Firenze University Press – Universidade de Florença, Itália (http://www.fupress.com/cambio). A relação com a Cambio começou com a publicação em 2012 nessa revista de um artigo sobre Norbert Elias e sociologia contemporânea dos indivíduos. 

Agora prepara próximos livros para publicação em 2019 (coleção LV E-books, Lisboa), que reunem e atualizam estudos anteriores: Reconhecimento em Arte: Problemática, Mediações, Elites, sobre Portugal e com uma secção sobre o o palco global; Receção da Arte e Literacia Cultural; Andy Warhol com Leonardo: de Monalisa a Cristo; Il Cavallo de Leonardo: História, Imaginário e Legados. Ainda: Falar da Vida. Biografia, Memória e História; e Reencontro com a pintora Sarah Affonso (1º vol. de uma trilogia sobre a singularidade em arte). 

Além da ligação académica, desde 1997 integrou júris e comissões para o setor cultural, entre as quais, em 2015, Comissão de Apreciação de Candidaturas ao Programa de Apoio à Internacionalização das Artes promovido pela Direção-Geral das Artes, Secretaria de Estado da Cultura. Em 2004-06, igualmente membro da Comissão de Acompanhamento do Programa Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian. 

Entre participações institucionais e públicas, importa a co-autoria do Relatório Final: Forum Educação para a Cidadania: Objectivos Estratégicos e Recomendações para Um Plano de Acção de Educação e de Formação para a Cidadania, publicado pelo Ministério da Educação, online desde 2008. O Forum, decorreu em 2006-08, como iniciativa da Presidência do Conselho de Ministros com Ministério da Educação, e coordenado por um administrador da Fundação Calouste Gulbenkian. 

Em 2017 promoveu no ISCTE-IUL a criação dos Encontros sobre Experiências Culturais, co-coordenados por representantes do ISCTE-IUL (CIES, Dinâmia’Cet), Universidade de Évora (CHAIA), e gestão cultural. Interinstitucionais e interdisciplinares, encontros com a voz de profissionais, para conhecimento e debate, no leque de micro/macro casos, instituições e projetos em áreas da política, gestão, criação, mediação e intervenção cultural ou artística. Cada encontro, aberto ao público, com uma experiência comentada por convidados. De 19 de Abril de 2017 a 1 de março de 2019 realizaram-se 12 sessões que acolheram instituições (Fundação de Serralves, Teatro Nacional D.Maria II, Teatro Aberto, Museu das Comunicações, Casa da Cerca/Centro de Arte Contemporânea em Almada), festivais («Todos» e «Lavrar o mar»); uma plataforma para a criação/edição digital em arte contemporânea («Wrong-Wrong»); um espaço dedicado à música contemporânea (Miso Music Portugal que gere o «O'Culto da Ajuda»); e um ciclo sobre o património ainda em curso com especialistas nas áreas da conservação. e dinamização (ex. de Spira e do Laboratório Hércules na Universidade de Évora). Além de comentadores do ISCTE (CIES, Dinâmia’Cet), outros vieram das Universidades de Coimbra, Évora e Lisboa. Neste caso, do Instituto de Ciências Sociais; da Faculdade de Letras/Centro de Estudos de Teatro; e do Instituto Superior Técnico/Faculdade de Arquitetura). Aque se juntaram mais participantes da Universidade Nova (FCSH/IHA-Instituto de História da Arte) e Unversidade Aberta. 

Relativamente ao palco europeu, participou em projetos, em particular conduzidos pelo ERICarts - The European Institute for Comparative Cultural Research, de que foi membro co-fundadora nos anos 90. Desenvolve desde 2006 uma linha sobre a Europa contemporânea em perspetiva cultural e iconográfica com que se candidatou ao  "Altiero Spinelli Prize for Outreach: Spreading Knowledge about Europe" promovido pela Comissão Europeia em 2017.Setting the Soul. Europe and Culture in dialogue with Images / Fixar a Alma. Europa e Cultura em Diálogo com Imagens foi o projeto nessa candidatura, agora para publicação em livro. 

É membro da Europeana Network Association e foi candidata ao seu Board nas últimas eleições (dezembro de 2018). Desde 2014 colaborou igualmente com a AIAM – Amitiés Internationales André Malraux, com sede em Paris. 

_________________________________________________________

No 2º semestre de 2019 inicia-se uma nova fase de publicações em curso para várias revistas académicas. Este é o primeiro conjunto de próximos artigos, assim como capítulos de livros/actas de conferências internacionais.  Alguns, com anúncio para breve das revistas: 

1. (Conde, 2019). Mover o olhar sobre circulações da arte e receção. Revista Lusófona de Estudos Culturais, número temático, vol. 7(1), “Communication of urban public art: via mobile and tourist cultures (to be published in dec. 2019), edited by Pedro Andrade & Mário Caeiro.

2. (Conde, 2019). De cenários de práticas ao espaço (do) público para arte e culturaTodas as Artes. Revista Luso-Brasileira de Artes e Cultura

3. (Conde, 2019). Agendas e cidadãos para o património cultural na Europa. Reflexão com indicadores de EurobarómetrosCidades, Comunidades e Territórios

4. (Conde, 2019). Acessibilidade e visitabilidade cultural. Revista: tba

5. (Conde, 2019). Arte com cicatrizes do passado: a Guerra Civil de Espanha. Revista: tba

6. (Conde, 2019). Europa no Mundo e cidadãos na UE sobre a globalização: últimos Eurobarómetros. Revista: tba

7. (Conde, 2019/20). Mobilidade cultural em agendas europeias. Forum Sociológico. Dossier temático: Viver em/a mobilidade (a sair no 1º semestre de 2020)

8. (Conde, 2019). Diálogo com Norbert Elias para o nosso tempo. Revista: tba

9. (Conde, 2019). Usos culturais da internet na Europa: retrato de Eurobarómetros. Revista: tba

10. (Conde, 2019). A biografia por vir. Testemunho de um programa e modelo de investigação. Revista: tba

11. (Conde, 2019). Mediações nos espaços culturais. Revista: tba 

PARA ACTAS/CAPÍTULOS:   

12. (Conde, 2019). Europe and cultural heritage at large: global dimensions. (tba)

13. (Conde, 2019). Europeana: looking at a screen on cultural heritage, remembrance and art. (tba)

14. (Conde, 2019 - in progress). Return to Africa with the Benin Art: restitution and re-interpellation. In Innovation, Invention and Memory in Africa. Proceedings (IV CHAM International Conference, Lisbon, 17-20 july 2019). Lisbon: CHAM Center of Humanities, FCSH-UNL/UA. 

15. (Conde, 2019). Revisitar um grande díptico de arte e guerra na Europa: Guernica de Picasso e Crucificação Branca de Chagall. (tba). 

 

Qualificações Académicas
Universidade/Instituição Tipo Curso Período
ISCTE-IUL Instituto Universitário de Lisboa
Doutoramento Doutoramento em Sociologia 2014
ISCTE-IUL - Instituto Superior Ciências Trabalho e da Empresa
Licenciatura Sociologia 1985
Áreas de Investigação
Sociologia da arte e cultura, abordagens biográficas e estudos de memória; estudos visuais e humanidades; Europa contemporânea em perspetiva cultural