Ciência-IUL    Autores    Rita Espanha    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Inquérito à Literacia em Saúde em Portugal
  O projeto tem como objetivo central conhecer os principais traços que caracterizam a literacia no campo da saúde na sociedade portuguesa, mapeando as suas características e distribuição na população, as principais limitações, problemas e entraves que se colocam ao seu desenvolvimento e também o potencial de ação no sentido da sua melhoria. Estudos já realizados em Portugal, ainda que de carácter parcial, permitem-nos antecipar que as lacunas e os problemas no âmbito da literacia em saúde não são de modo algum negligenciáveis na sociedade portuguesa.   A investigação terá como ponto de partida o trabalho “Health Literacy – The Solid Facts”, da autoria da WHO Europe de 2013 e os resultados da aplicação de um inquérito no mesmo âmbito realizado na Irlanda (“The European Health Literacy Survey: Results from Ireland), de Abril de 2012. Partindo dos instrumentos de recolha de informação usados nesses estudos (traduzidos e adaptados), e seguindo procedimentos amostrais equivalentes, pretende-se desenvolver uma investigação de âmbito nacional que, pela primeira vez, caracterize o perfil de literacia em saúde da população portuguesa. Simultaneamente, a investigação procurará situar os resultados de Portugal neste domínio no contexto dos países europeus participantes no Health Literacy Survey.  
Informação do Projeto
2013-12-01
2015-12-31
Parceiros do Projeto
Serviços inclusivos de promoção da saúde e bem-estar via televisão digital interactiva
A televisão do futuro será certamente diferente daquela que conhecemos e parte substancial dessa diferença passará pela sua capacidade de oferecer serviços e conteúdos a grupos restritos de utilizadores de acordo com as suas preferências e atitudes. O projecto iDTV-Health tem como principal objectivo avaliar do potencial da televisão digital interactiva para promover serviços,formatos e conteúdos originais que possam ser relevantes no contexto do suporte aos cuidados pessoais de saúde e ao bem-estar de populações acima dos 55 anos no território de Portugal.
Informação do Projeto
2013-09-30
2016-10-01
Parceiros do Projeto
Utilizadores e distribuidores. Comunicação em rede e o Cinema Europeu nas redes P2P
Informação do Projeto
2011-03-15
2013-05-30
Parceiros do Projeto
SER - A Saúde em Rede
Este projeto de investigação, teve como objetivo central compreender os principais traços que caracterizam as Tecnologias da Informação e Comunicação, no campo da saúde em Portugal, a sua utilização, as suas potencialidades e os desafios que colocam à Sociedade Portuguesa. Tendo como ponto de partida o estudo SEI - A Saúde na Era da Informação, terminado em 2007 e cujas conclusões se baseiam em dados recolhidos em 2006, pretendeu-se não só atualizar os dados recolhidos nessa pesquisa, como também aprofundar outras perspetivas não tratadas nesse estudo. Perspetivas como o envelhecimento da população portuguesa e a infoexclusão, assim como, as suas consequências do ponto de vista do acesso à prestação de cuidados de saúde, tiveram um tratamento mais focalizado, neste projeto. Sinteticamente, o Projeto SER visou contribuir para uma melhor compreensão dos principais desafios que se colocam à sociedade portuguesa, em resultado da progressiva e global implementação dos sistemas de informação na área da saúde e da divulgação e proliferação da informação sobre saúde, disponível em novos instrumentos de comunicação, ponderando as suas potencialidades, riscos, limitações, consequências e respetivos impactos nas políticas de saúde.
Informação do Projeto
2010-09-01
2013-08-31
Parceiros do Projeto
Ciência Aberta: Investigar, Publicar e Divulgar Ciência na Sociedade em Rede
O surgimento do Open Access como modelo de publicação científica pode representar um factor de mudança de paradigma, não só da própria publicação, mas também dos próprios modelos de investigação, processos de financiamento e, em última análise, nos próprios modelos de ensino e relação da população com os conteúdos científicos e culturais. Essa mudança poderá ocorrer uma vez que, entre os investigadores das diferentes áreas da ciência, das life sciences às humanidades, estará em formação um movimento social embrionário protagonizado pelos próprios produtores de ciência e que tem como objectivo alterar os modelos de publicação e acesso à informação científica seja ela produto final de investigação ou matéria prima de investigação. Exemplos disso serão movimentos como o Open Access, Science Commons\Creative Commons, a criação de Journals Online de acesso livre e o desenvolvimento de projectos Open Source como o PKP (Universidade de British Columbia). O objectivo deste estudo é o de situar essa ocorrência, no campo da ciência, num movimento mais vasto que tem na organização social da sociedade em rede, na ética hacker e no movimento Open Source as suas géneses. Questionando assim, quais serão as implicações para a produção científica, para a ciência e seus produtores, bem como para a sociedade e sua relação com a ciência.
Informação do Projeto
2008-07-16
2010-05-31
Parceiros do Projeto
Crianças e Jovens: A sua relação com as Tecnologias e os Meios de Comunicaçãoção com as Tecnologias e os Meios de Comunicação
Informação do Projeto
2006-01-01
2007-12-31
Parceiros do Projeto
A Saúde na Era da Informação: Médicos, Utentes e Media
O principal objectivo do estudo é a análise do papel das tecnologias de informação e comunicação (em particular, a internet) enquanto veículos de recolha e disseminação de informação e produção de conhecimento.
Informação do Projeto
2005-10-01
2007-10-30
Parceiros do Projeto
World Internet Project - Uma Comparação de Portugal no Contexto Global
Em 1998 os hábitos de consumo de televisão nos E.U.A. por jovens com idade inferior a 14 anos diminuiram pela primeira vez em 50 anos, fenómeno que parece ocorrer igualmente em outros países, incluindo Portugal. É possível que tenham encontrado, pela primeira vez em duas gerações, algo mais apelativo que a Televisão: os computadores e a Internet. Apesar de ter exercido uma influência sem precedentes sobre as culturas nacionais, esta jogou-se sobretudo no campo do lazer e entretenimento. Neste momento é cada vez mais visível que os computadores, e sobretudo a Internet, têm vindo a produzir efeitos sobre o trabalho, a escola e a recreação, comparáveis aos da Televisão. A equipa responsável por este trabalho tem vindo a desenvolver investigação sobre a Televisão, a Rádio, a Imprensa, a Internet e os seus conteúdos (no âmbito da rede COST A20) nos últimos quatro anos, encontrando-se já a cooperar com equipas homólogas em instituições como a U.C.L.A. (E.U.A.), a Nanyang Technological University (Singapura), a SDA Bocconi University de Milão (Itália), o World Internet Institute (Suécia), o Oxford Internet Institute (Reino Unido), o Theseus International Management Institute (França), o European Institute for the Media (Alemanha), a Technical University of Budapest (Hungria), a Chinese Academy of Social Sciences (China), a City University of Hong Kong (Hong Kong), a National Chung Cheung University (Taiwan), a Tokyo University (Japão), o Indian Institute of Technology - Bombay (Índia), a University of Macau, a Yonsei University (Coreia), a Universidad Catolica de Chile, o Servilab (Espanha), o Institute of Applied Economics & Fundación de Investigaciones Economicas Latino-Americanas (Argentina), e o Canadian Media Research Consortium (que inclui a Ryerson University, a York University, a University of Montreal, a University of British Columbia e a University of Laval).<br>Combinando métodos de pesquisa de reconhecidos méritos científicos e técnicas de análise de ...
Informação do Projeto
2005-04-18
2007-07-31
Parceiros do Projeto