Resumo CV

Sandro Mendonça é Professor Auxiliar do Departamento de Economia do ISCTE Business School. É Professor Convidado do ISEG - Universidade de Lisboa e Professor Visitante no Dept. de Economia da Università degli studi dell'Insubria.

Encontra-se a exercer funções no Conselho de Administração da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM).

O seu trabalho cientítico e técnico tem incidido primeiramente sobre economia da inovação e política industrial. Tem também desenvolvido actividade na área da prospectiva estratégica, na temática da sustentabilidade, e em desafios-agenda relacionados a segurança e defesa.

Em 2012 foi "Visiting Fellow" do King's College, London. Desde 2013 é "Associate Faculty" do SPRU, University of Sussex, e "Fellow" do German Marshall Fund of the United States. Em 2015 foi nomeado "European Young Leader" pela Fundação Friends of Europe. Desde 2012 tem desenvovido trabalho de docência e orientação nos Programas Doutorais coordenados pelo ISCTE e que são reconhecidos pelo Ministério da Educação da República Popular da China, nomeadamente na Southern Medical University (Cantão) e na University of Electronic Science & Technology of China (Chengdu).

Foi membro da Comissão Executiva do Obercom - Observatório da Comunicação (www.obercom.pt) de 2008 a 2018. Foi Gestor Científico no CYTED - Programa Ibero-Americano de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento, entre Janeiro de 2014 e Dezembro de 2017 cumprindo dois mandatos, seguindo depois na qualidade de Assessor (www.cyted.org). Foi Director da Licenciatura de Economia (durante dois mandatos) e também membro do Conselho Científico do ISCTE (até ter assumido responsabilidades institucionais no domínio da regulação). 

Na sua trajectória profissional foi perito junto do INPI, da FCT, da Fundação Gulbenkian, entre outras entidades incluindo Câmaras Municipais (Amadora, Lisboa) e Ministérios (Finanças, Economia). Elaborou projectos e actuou como consultor junto de várias empresas, como a INCM, idD/Indústrias de Defesa, Riopele, Efapel, entre outras, bem como associações empresariais e sectoriais (COTEC, IFF, Centromarca, Câmaras de Comércio). Ao nível internacional tem desenvolvido trabalho em várias capacidades para várias organizações (European Research Council, CEN - Comité Europeu de Normalização, ENCoRe - European Network for Conflict Research, rede OceanGov, entre outras). Membro do juri do prémio "Regiostars" no ano de 2020, mecanismo da Comissão Europeia para reconhecer os projectos mais exemplares em desenvolvimento regional na UE

O seu trabalho tem sido citado em relatórios de organizações como a Comissão Europeia, OCDE, US Census Bureau, CPB Netherlands Bureau for Economic Policy Analysis, Canada School of Public Service, The Centre of Excellence for National Security (Singapura), várias agências das Nações Unidas (UNIDO, OMPI, UNESCO), etc. Em Portugal o seu trabalho embasou as "Normas Portuguesas" 4456 e 4455, e a nível Europeu integrou a "Especificação Técnica" TC 389 WI 00389004 (TC 389 WG4 N 111 - prCEN TS 16555-3).

Aquando da sua nomeação para a ANACOM assinava um espaço semanal no jornal Expresso. Manteve colunas de opinião nos jornais Público, Diário de Notícias e Diário Económico. Colaborou ainda na revista de bordo da TAP (Up) e na Revista Macau. Correntemente faz uso de uma conta no twitter para ir fazendo notas públicas de assuntos eminentemente profissionais relacionados com regulação de mercados e tecnologias, estratégia de inovação e desenvolvimento industrial, entre outros temas: @sfm_reg

Em compatibilidade com as suas funções é membro do Conselho Consultivo do "Observatório de Cibersegurança" do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS). É membro do Conselho Superior do Centro de Altos Estudos da Agência Nacional de Telecomunicações do Brasil (Anatel).

Qualificações Académicas
Universidade/Instituição Tipo Curso Período
University of Sussex
Doutoramento Science and Technology Policy Studies 2012
University of Sussex
Mestrado Políticas e Ciências Tecnológicas 2001
Instituto Superior de Economia e Gestão - UTL
Licenciatura Economia 1999
Áreas de Investigação
Economia da Inovação
História Económica
Propectiva Estratégica
Economia da Paz e da Segurança