FEMINA
Fecundidade, Imigração e Aculturação: Abordagem interseccional das experiências e expectativas de sexualidade e reprodução em Famílias Cabo-verdianas e Portuguesas
Descrição

CONTEXTO: O estudo das relações entre imigração, aculturação e fecundidade é recente, existindo ainda lacunas, em particular quanto às condicionantes socioculturais da fecundidade. Face ao declínio da fecundidade em Portugal, associado às mudanças estruturais do país nas últimas décadas, e perante o reconhecimento da importância da imigração para o aumento da natalidade, o projeto FEMINA foi desenhado para avaliar os fatores complexos de ordem individual, social, cultural e económica que determinam as experiências e expectativas de saúde sexual e reprodutiva (SSR) em famílias Cabo-verdianas e Portuguesas. O projeto reúne a expertise de investigadores do CIES-IUL e do ISAMB-FMUL nas áreas das Migrações, Família e Desigualdades em Saúde, visando uma abordagem compreensiva e interseccional de uma SSR promotora de segurança e satisfação. OBJETIVOS: A principal questão de investigação (QI) ("Qual é a influência da imigração e da aculturação dos imigrantes nas desigualdades em SSR em Portugal?") gerou várias QI subsidiárias: 1. Quais as diferenças entre os níveis e padrões de fecundidade nas (e entre as) mulheres portuguesas e cabo-verdianas? 2. Quais os fatores sociodemográficos (incluindo indicadores de etnicidade) associados à SSR de mulheres e homens portugueses e cabo-verdianos? 3. Quais as diferenças entre as práticas atuais e espectativas futuras relativas à SSR de mulheres e homens portugueses e cabo-verdianos? 4. Que crenças culturais e práticas de mulheres e homens portugueses e cabo-verdianos estão associados a uma melhor SSR e melhor utilização dos cuidados de SSR? 5. Quais as opiniões e valores de peritos e stakeholders relativamente a adaptar os serviços de SSR às populações immigrantes? 6. Como podem os serviços de SSR ser mais abertos à integração dos conhecimentos e práticas das culturas de origem dos imigrantes? MÉTODOS: Para responder a estas QI, foi desenvolvida uma abordagem multimétodo com recolha de dados quantitativos e qualitativos a nível individual e familiar de SSR e fatores associados, de forma a explorar diferenças intra e intergrupos. Primeiramente, será feito um estudo transversal de base populacional por inquérito telefónico para analisar a SSR de homens e mulheres cabo-verdianos (600) e portugueses (600) com 18-49 anos de idade da área da Grande Lisboa. De seguida, serão realizadas 60 entrevistas em profundidade a uma subamostra do inquérito. Finalmente, será realizado um painel Delphi para chegar a um consenso sobre boas práticas em SSR com peritos de diferentes áreas (Universidades, Organizações Não-Governamentais, Políticos, Médicos e Sociedade Civil), permitindo a produção de recomendações para reduzir as desigualdades sexuais e reprodutivas. RESULTADOS ESPERADOS: O projeto FEMINA irá produzir conhecimentos relevantes na área da SSR, que será usado para informar a prevenção, formação de profissionais e políticas públicas, através do seu plano de disseminação de resultados.

Parceiros Internos
Centro de Investigação Grupo de Investigação Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
CIES-IUL -- Parceiro 2018-10-01 2021-09-30
Parceiros Externos
Instituição País Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
Associação Para Investigação, Desenvolvimento Da Faculdade De Medicina (AIDFM) Portugal Parceiro 2018-10-01 2021-09-30
Equipa de Projeto
Nome Afiliação Papel no Projeto Data de Início Data de Fim
Fernando Luís Machado CIES-IUL [Desigualdades, Migrações e Territórios] Investigador 2018-10-01 2021-09-30
Sónia Pintassilgo CIES-IUL [Família, Gerações e Saúde] Investigadora 2018-10-01 2021-09-30
Violeta Alarcão CIES-IUL [Família, Gerações e Saúde] Investigadora Responsável 2018-10-01 2021-09-30
Financiamentos do Projeto

Não foram encontrados registos.

Outputs (Publicações)

Não foram encontrados registos.

Outputs (Outros)

Não foram encontrados registos.

Ficheiros do projeto

Não foram encontrados registos.

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos projetos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados para este projeto. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.

Fecundidade, Imigração e Aculturação: Abordagem interseccional das experiências e expectativas de sexualidade e reprodução em Famílias Cabo-verdianas e Portuguesas
2018-10-01
2021-09-30