Comunicação em evento científico
A abordagem colaborativa em Contexto das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens
Isabel Antas (Antas, I); Helena Belchior Rocha (Belchior-Rocha, H.);
Título Evento
“Criança - um Futuro Sustentável das Nações” -
Ano
2021
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

Esta publicação não está indexada no Google Scholar

Abstract/Resumo
Atualmente as mudanças e as transformações que ocorrem na sociedade determinam e incutem ao Serviço Social o recurso à investigação para interpretar a realidade e a sua complexidade por forma a que se encontrem respostas eficazes e adequadas ao seu objeto de intervenção e cujo desafio é: como garantir o futuro das “crianças e jovens em risco/ perigo”? No presente tema, salienta-se a premissa de que a lógica colaborativa traz benefícios a longo prazo na intervenção social, traduzindo-se numa atuação mais orientada para respostas adequadas, numa lógica de mudança social, dado que no trabalho de parceria, de cooperação e participação ativa. É necessária a assunção das corresponsabilidades atribuídas e o reconhecimento do importante papel que todos desempenham no processo, que correspondam a paradigmas de intervenção social na sociedade contemporânea ao constituir-se como a matriz de análise dos modelos de intervenção. Os conceitos de multidisciplinaridade, interdisciplinaridade, transdisciplinaridade, trabalho em equipa, parceria, intervenção em rede, governação integrada e lideranças colaborativas, foram abordados numa perspetiva de evocar e reafirmar o superior interesse da criança em que todos/as têm uma participação ativa e uma responsabilidade acrescida em garantir os direitos das crianças. Nesse sentido, o recurso à investigação para interpretar a realidade social e a sua complexidade importa, por forma a encontrar-se respostas eficazes e adequadas ao seu objeto de intervenção. O problema que deu origem a este trabalho levou à análise da perceção dos modelos utilizados e adotados pelas CPCJ, reportando-se à relação entre os profissionais com diferentes formações académicas nas CPCJ e a relação destas equipas, com as equipas com competência em matéria de infância e juventude e os tribunais.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Abordagem Colaborativa,Crianças e Jovens em Risco,Intervenção Social com CPCJ

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.