Working paper
A Austeridade na Educação
Rosário Mauritti (Mauritti, R); Maria do Carmo Botelho (Botelho, M.C.); Nuno Nunes (Nunes, N.); Daniela Craveiro (Craveiro, D.);
Título Documento
Observatório das Desigualdades e-Working Papers
Ano
2015
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Este estudo analisa alguns dos custos sociais das atuais políticas de austeridade económica, com especial enfoque no setor da educação. A pesquisa empírica está referenciada em dados institucionais relativos a um período alargado e incide particularmente sobre a situação portuguesa a partir de 2010, devido à notória inversão de tendências. Verifica-se que o Estado diminuiu a sua presença no setor da educação, garante do serviço público aberto e oferecido a todos, sem distinção. O argumento nuclear que atravessa a análise, e para o qual se procura desenvolver alguns contributos substantivos, é o de que em função das soluções preconizadas na alocação de recursos e concretização de políticas, o limite económico real não é tanto o da escassez absoluta de recursos, mas o das prioridades da sua alocação.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Desigualdades sociais; Políticas económicas; Educação; Emprego.

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.