Capítulo de livro
A transcendência social da doença: estigma e discriminação de pessoas que vivem com VIH
Marta Maia (Maia, M.); Osvaldo Matavel (Matavel, O.);
Título Livro
Gênero e sexualidade em perspectiva social
Ano
2020
Língua
Português
País
Brasil
Mais Informação
Abstract/Resumo
A discriminação representa não só uma violação de Direitos Humanos, como também um obstáculo à prevenção e ao objetivo dos três zeros – zero novas infeções, zero mortes por sida, zero casos de discriminação – da ONUSIDA. Considerando que o estigma e a discriminação continuam a estar fortemente presentes em todo o mundo, a maioria dos países considerou importante prosseguir com ações envolvendo os governos nacionais e as organizações não-governamentais que trabalham na defesa dos Direitos Humanos no sentido de prevenir a discriminação. No entanto, importa avaliar em que medida as disposições políticas vão além da mera discursividade e se traduzem, de facto, em instrumentos e formas de intervenção eficazes a nível da prevenção, da deteção precoce e dos apoios às populações mais vulneráveis, que se debatem frequentemente com constrangimentos severos, desde logo aqueles que remetem para o estigma e a discriminação.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Doença,Morte social,Mulheres,Moçambique,Grupos de pares,Determinantes sociais
  • Antropologia - Ciências Sociais
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
SFRH/BPD/109719/2015 FCT

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.