Publicação em atas de evento científico
Auto-arquivo e cumprimento das Políticas de Acesso Aberto: o caso do ISCTE-IUL
João Dias (Dias, J.); Maria João Amante (Amante, M. J.);
9ª Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Abstract/Resumo
Em 2013 a Comissão Europeia apresentou as Guidelines on Open Access to Scientific Publications and Research Data in Horizon 2020. A 5 de maio de 2014, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) publicou a Política de Acesso Aberto referente aos projetos que financia. No seguimento dessas orientações, em 2015, por despacho da Reitoria, o ISCTE-IUL atualizou a sua política. Os três documentos obrigam ao depósito da produção científica em repositórios institucionais em acesso aberto, com possibilidade de embargo máximo de 12 meses (no caso da área das ciências sociais), sendo aceites versões postprint e de editor. Com este trabalho pretendemos identificar o nível de cumprimento destas políticas e como editores, repositórios e serviços de biblioteca têm respondido às mesmas.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Política de auto-arquivo,Política de Acesso Aberto,Acesso Aberto

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.