Outras publicações
Desigualdades de bem-estar em Portugal
Rosário Mauritti (Mauritti, R); Nuno Nunes (Nunes, N.); Daniela Craveiro (Craveiro, D.); Maria do Carmo Botelho (Botelho, M.C.);
Título Revista/Livro/Outro
Monde Diplomatique
Ano
2018
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Abstract/Resumo
Medir os níveis de bem-estar percepcionados pelos portugueses permite ver, do lado das percepções positivas, a saúde, a segurança e a conciliação entre vida familiar e profissional; e, do lado das negativas, o rendimento e a riqueza, o emprego e os salários. Mas o que explica o bem-estar em Portugal? Desde logo, as desigualdades de classes e as desigualdades educativas, neste que continua a ser um dos países mais desiguais da Europa. O texto analisa as relações estruturais entre desigualdades sociais e bem-estar no espaço social europeu. procurando contributos de resposta para as seguintes questões: 1) De que modo as desigualdades sociais condicionam o bem-estar dos portugueses e europeus? 2) Estarão as desigualdades a comprometer o desenvolvimento do espaço social europeu? O estudo está referenciado empiricamente aos dados do ESS 2016.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Desigualdades,Bem-estar,Comparação europeia
  • Sociologia - Ciências Sociais
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/PSI/03125/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia
UID/SOC/03126/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Projetos Relacionados

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.