Working paper
Reabilitação de espaços industriais abandonados, uma necessidade para cidades desindustrializadas. O caso de Tomar
Renata Faria Barbosa (BARBOSA, R. F.); Soraya Genin (Genin, Soraya M.);
Título Documento
Congresso da Reabilitação – CONREA 2021
Ano
2021
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
Web of Science®

Esta publicação não está indexada na Web of Science®

Scopus

Esta publicação não está indexada na Scopus

Google Scholar

N.º de citações: 0

(Última verificação: 2022-06-24 07:13)

Ver o registo no Google Scholar

Abstract/Resumo
Em Portugal, após a década de 70 do século XX, ocorre uma grande desindustrialização. Cidades que antes tinham sua economia baseada nas indústrias que foram surgindo desde o século XVIII, têm hoje grandes edifícios industriais abandonados. Muitos desses edifícios estão localizados em pontos estratégicos do território, como próximo de cursos de água, próximos de estradas ou caminhos de ferro. Em geral a localização dessas indústrias foi o que impulsionou a criação de meios de acesso a zonas interiores do país. Outra alteração da morfologia urbana inerente a localização dessas indústrias históricas é o surgimento vilas operárias e pequenas localidades. Podemos verificar todos esses aspetos em cidades do interior de Portugal como Tomar, Guimarães ou Portalegre. Em Tomar encontramos este cenário de uma forma transversal ao concelho, as margens do Rio Nabão. Destacamos a Levada de Tomar sendo berço de um dos grandes grupos industriais década de 60/70 a Sociedade Mendes Godinho, também um conjunto de indústrias de papéis ligadas a Companhia de Papel do Prado, além da Real da Fábrica de Fiação. Todas essas indústrias localizadas em pontos estratégicos do território do concelho, mas que hoje constituem grandes edificações abandonados. É imprescindível a necessidade de reabilitação desses espaços, tanto para a história local que está ligada as indústrias, como para a preservação do património industrial. É também uma forma de desenvolvimento sustentável do interior do país, uma vez que a sua reabilitação possibilita a fixação de pessoas em um território que tem sofrido pela desertificação. Os primeiros passos já foram dados com o projeto de requalificação do Museu da Levada de Tomar, inserida no coração do centro histórico. É também reconhecida a importância da Real Fábrica de Fiação de Tomar é preciso agora refletir na melhor forma de transformação e utilização desse conjunto industrial desativado.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
património industrial,reabilitação,Fábrica do Prado,Real Fábrica de Fiação,Levada de Tomar
  • Engenharia Civil - Engenharia e Tecnologia
  • História e Arqueologia - Humanidades
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
FCT SFRH/BD/129702/2017 Fundação para da Ciência e Tecnologia

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.