Artigo em revista científica Q1
Social and parental support as moderators of the effects of homophobic bullying on psychological distress in youth
Raquel António (António, R.); Carla Moleiro (Moleiro, C.);
Título Revista
Psychology in the Schools
Ano
2015
Língua
Inglês
País
Estados Unidos da América
Mais Informação
Web of Science®

N.º de citações: 7

(Última verificação: 2019-04-21 14:10)

Ver o registo na Web of Science®

Scopus

N.º de citações: 10

(Última verificação: 2019-04-25 03:08)

Ver o registo na Scopus

Abstract/Resumo
The aim of this study was to explore homophobic bullying in Portugal, including its forms, prevalence, and consequences, and to verify whether parental and social support moderated the effects of homophobic bullying for victims. An online questionnaire was completed by 211 female and male students, aged 12 to 20 years. Results showed that psychological violence prevailed, male students were more often victims than female students were, and lesbian, gay, and bisexual adolescents were victims more often than their heterosexual peers were. The emotional impact on victims was higher when social support was low, including suicidal ideation and school difficulties. Furthermore, a main effect of parental support was found for emotional and behavioral distress indices experienced by adolescents.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
  • Psicologia - Ciências Sociais
Registos de financiamentos
Referência de financiamento Entidade Financiadora
UID/PSI/03125/2013 Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.