Ciência-IUL    Autores    André Freire    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Crise, Representação Política e Renovação da Democracia: caso Português no Contexto do Sul da Europa
Antes da crise económica e financeira internacional de 2008 e do seu impacto na Europa, nomeadamente a crise de dívidas soberanas e as políticas de austeridade que se seguiram, os eruditos que estudam as democracias europeias da Europa do Sul concentraram-se nas respetivas consolidações democráticas ou na qualidade da democracia (ver Morlino, 1998, e Gunther, Diamandouros e Phule, 1995). Contudo, as democracias europeias do Sul têm vivido profundas modificações desde a emergência da crise económica e financeira de 2008. Como Matthijs (2014) indica, ‘é ampla a evidência de que a força da democracia liberal na Europa do Sul diminuiu desde 2010, observando-se um enfraquecimento dos direitos civis e políticos, do estado de direito e do funcionamento dos governos’. Claramente que existem mudanças significativas no funcionamento das democracias contemporâneas, especialmente naquelas que tem sofrido políticas de austeridade dolorosas e que perduram. O objetivo deste projeto é examinar estas modificações analisando o caso de Portugal, um dos países da Europa do Sul mais severamente afetado pela crise, tanto numa perspetiva longitudinal como comparativa. É claro que existem respostas diferentes a estes desafios externos e trajetórias distintas de adaptação. Pode considerar-se o caso português como um bom exemplo de um dos problemas mais importantes que as democracias contemporâneas têm de enfrentar, como a perda de confiança dos cidadãos em relação à capacidade das instituições democráticas – particularmente legislaturas, partidos e elites políticas – para resolver problemas e atingir metas coletivas.
Informação do Projeto
2016-04-15
2019-04-14
Parceiros do Projeto
Instituições, Atitudes e Comportamentos Políticos: Brasil e Portugal em perspetiva comparada
O projeto desenvolve-se a dois níveis:1)    Realização de pesquisas conjuntas comparando os sistemas políticos de Portugal e do Brasil (análise do perfil das instituições políticas e seu funcionamento, das atitudes e comportamentos políticos, e das relações de representação política), capitalizando, para tanto, os dados produzidos no âmbito das pesquisas dos proponentes ou de bases de dados internacionais.2)    Desenvolvimento da cooperação e intercâmbio na área do ensino pós graduado de Ciência Política entre o ISCTE-IUL e o IPOL-UnB, que possibilite o enriquecimento mútuo de experiências pedagógicas e de conhecimentos (estadia de doutorandos/mestrandos portugueses na Universidade de Brasília, para aí frequentarem cursos, participarem em debates e pesquisas científicas, e vice-versa para alunos brasileiros no ISCTE-IUL). Espera-se idêntico intercâmbio ao nível de professores, para a realização de conferências, a lecionação de cadeiras ou cursos breves e o gozo de licenças sabáticas.
Informação do Projeto
2016-02-01
2018-12-31
Parceiros do Projeto
Preferências Públicas e Tomada de Decisão Política. Uma análise Longitudinal e Comparativa
Informação do Projeto
2013-07-01
2015-12-31
Parceiros do Projeto
Eleições, liderança e responsabilização: a representação política em Portugal, uma perspectiva longitudinal e comparativa
Informação do Projeto
2012-03-01
2015-02-28
Parceiros do Projeto
Os Deputados Portugueses em Perspectiva Comparada: Eleições, Liderança e Processos de Representação
Este projecto pretende precisamente estudar o processo de representação política no parlamento português através das seguintes vertentes. Primeiro, actualizando as bases de dados existentes sobre as características biográficas dos deputados portugueses. Segundo, actualizar e aprofundar a questão do papel dos partidos no processo de recrutamento parlamentar. Terceiro, recorrendo a três inquéritos (um aos candidatos a deputados nas eleições legislativas de 2005; um aos deputados presentes na actual legislatura, 2005-2009; um a uma amostra representativa da população portuguesa) comparar os valores e orientações (perante a divisão esquerda-direita, em geral, e face às políticas públicas, em particular) dos candidatos (e dos deputados) perante as mesmas orientações dos eleitores (em geral, e de cada partido, em particular). Pretende-se assim estudar o processo de representação política através de uma análise comparativa de atitudes das elites políticas e dos eleitores, nunca antes prosseguida até hoje em Portugal. Quarto, uma das vertentes mais inovadoras deste projecto é a sua inserção internacional em duas redes de pesquisa: o Candidate Survey (http://www.mzes.uni-mannheim.de/projekte/gcs/homepage_e.html), inquérito aos candidatos, sediado na Universidade de Mannheim, e o PARENEL / Parliamentary Representation at National and European Levels (www.cervl.sciencespobordeaux.fr/Parenel.htm), sediado no Institut d’Etudes Politiques de Bordeaux. Através destes inquéritos pretende-se estudar de forma comparativa as características, atitudes e comportamentos das elites parlamentares, bem como as relações entre os candidatos, os deputados e as características institucionais dos parlamentos; mais, recorrendo a dados secundários, podemos comparar as orientações das elites e dos eleitores nos diferentes países. Ou seja, poderemos estudar comparativamente a função de representação política. Quinto, pretende-se estudar o papel da sociedade civil no processo legislativo através de u...
Informação do Projeto
2007-10-01
2010-12-31
Parceiros do Projeto
Religion, Euroskpeticism and the Media
Informação do Projeto
2007-09-15
2010-10-15
Parceiros do Projeto
Participação e Deliberação Democráticas: Instituições de Mediação Sociopolítica (partidos e associações), Mudanças Ideológicas e Comportamentos Políticos
Este projecto incidirá nos novos problemas da participação política e social, como o tendencial aumento da abstenção eleitoral, a desafeição política, as novas formas de participação, bem como o alargamento do processo de deliberação democrática. Incidiremos na empírica portuguesa, mas procuraremos contextualizar estas questões no espaço europeu, privilegiando a comparação com Espanha (acordo estabelecido com investigadores do CAES da Universidade Complutense). Vejamos as diferentes linhas de análise. 1. Estudo do tendencial aumento da abstenção eleitoral em Portugal e em outros países europeus. A literatura sobre o assunto aponta como explicações a perda das ancoragens políticas (a identidade esquerda/direita e partidárias), o desinteresse pela política, o individualismo crescente e, por outro lado, a diminuição das clivagens sociais e políticas. Interessa aprofundar estas explicações, nomeadamente o desinteresse pela política, e explorar outras: a globalização e a desintervenção social do Estado que tende a esvaziar o enjeu?da política; a dificuldade dos partidos políticos em transporem os problemas sociais para o campo político; o próprio funcionamento dos partidos, quer a nível interno, quer na relação com os cidadãos e os media. Interessa, ainda, considerar o caso dos jovens e da participação política feminina 2. Análise do envolvimento dos agentes nas associações voluntárias e os seus efeitos democráticos. Hipótese a testar: verificar se os diferentes efeitos do envolvimento associativo (virtudes cívicas, competências participativas, confiança social, integração política), dependem do tipo de associação em causa. 3. Análise da mudança de valores políticos e suas implicações: nos comportamentos políticos dos indivíduos, e, eventualmente, nas orientações partidárias. As novas ameaças à segurança afectaram as atitudes face à participação dos grupos minoritários? Induziram, ainda, novas ligações entre os valores políticos? Qual o impacto da mudança de valores polí...
Informação do Projeto
2005-09-01
2009-12-31
Parceiros do Projeto