Ciência-IUL    Autores    Pedro Martins    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Trovoada de Ideias: Inclusão Linguístico-social dos Estudantes dos PALOP no Ensino Superior Português
O projeto parte de dois diagnósticos aplicados a estudantes e professores de Instituições de Ensino Superior (IES) portuguesas, sobre inclusão académica de estudantes vindos de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), em duas instituições: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (2013) e ISCTE-IUL (2016). Em ambos os diagnósticos, foi clara a necessidade de adotar estratégias e instrumentos de promoção da inclusão de estudantes internacionais dos PALOP, nomeadamente de produzir e testar materiais para aprofundar as suas competências linguístico-comunicativas para fins académicos e em diferentes variedades da língua portuguesa. Por um lado, competências de compreensão oral e escrita do português europeu utilizado nas IES portuguesas; por outro, competências de produção de textos orais e escritos exigidos pela atividade académica em qualquer língua e respetivas variedades. Projetos anteriores no ISCTE-IUL e noutras IES portuguesas têm apontado no mesmo sentido, mas sem o aprofundamento da problemática sociolinguística central neste projeto.   O projeto de investigação-ação assume duas necessidades fundamentais. Em primeiro lugar, promover um conhecimento mais aprofundado sobre os repertórios linguísticos comunicativos e competências de cada estudante, por duas vias:  a) reconhecendo as variedades africanas da língua portuguesa e os contextos sociolinguísticos de cada país de origem (as quais constituem normas legítimas formalmente reconhecidas pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) em 2010, 2013 e 2016 (Planos de Ação de Brasília, de Lisboa e de Díli); b) promovendo um conhecimento mais informado das diferenças entre os sistemas educativos nos países de origem e o ensino superior no país de acolhimento, considerando as práticas escolares anteriores dos estudantes ao longo de 12 anos de escolaridade em português língua materna (L1) ou língua segunda (L2). Em segundo lugar, assumimos a necessidade de identifi...
Informação do Projeto
2016-01-01
2020-12-31
Parceiros do Projeto
Konta bu storia: Padrões de aculturação linguística entre descendentes de imigrantes africanos no Vale da Amoreira
O presente projecto pretende estudar as atitudes linguísticas de um grupo de descendentes de imigrantes africanos de língua oficial portuguesa (PALOP) perante o reportório linguístico que revelam enquanto indivíduos bi/plurilingues – potencialidade definida pela sua origem familiar imigrante e pelas aspirações linguísticas dos pais. Nascidos em Portugal, frequentaram uma experiência-piloto de ensino bilingue durante o 1.º ciclo (ensino em cabo-verdiano - português, projecto coordenado pela Professora Dulce Pereira do ILTEC, actual CELGA/ILTEC, e financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian), frequentando o 2º ciclo EB no início deste projeto. No entanto, a aparente proximidade histórica e linguística com o português não se revela uma mais-valia em termos comparativos, particularmente no que se refere à sua trajectória escolar. Combinando abordagens qualitativas e quantitativas, pretende-se analisar as atitudes destes jovens face à diversidade linguística do seu quotidiano, assim como doutros actores nos espaços onde decorre a sua socialização linguística e formativa (família, escola, bairro). Estudando os processos pelos quais estas atitudes configuram as línguas enquanto recursos ou problemas, analisamos também o seu impacto nos vários espaços de socialização e cidadania, identificando diferentes padrões de aculturação linguística intra e intergeracional.
Informação do Projeto
2014-12-01
2022-10-30
Parceiros do Projeto