Referências nos Media
Jornal de Notícias
Maioria dos jovens admite sair do país e a culpa é da economia
Emigração é um cenário que muitos ponderam, fruto da instabilidade financeira e da precariedade no enprego. Ter filhos e uma relação estável entre os projetos d evida.
Emigração é um cenário que muitos ponderam, fruto da instabilidade financeira e da precariedade no emprego. Ter filhos e uma relação estável entre os projetos de vida. Comentários de Renato Do Carmo.
Antena 1
Análise - Antena 1
Estudo que faz uma antecipação do que pode ser o futuro dos mais novos
Há ou não condições para reter talento em Portugal e que obstáculos enfrentam as novas gerações no nosso país são pontos de partida para o debate de hoje em consulta pública no regresso depois das férias; um tema que marcou também o arranque da nova temporada política com o anúncio de novas medidas de apoio aos jovens. Convidados: Rita Pereira, Conselho Nacional da Juventude; Sofia Marques, professora da Fac. de Psicologia de Ciências da Ed. da Universidade do Porto; Luís Loura, Diretora da Pordata; Renato Miguel do Carmo, sociólogo e Diogo Menezes, Pres. da Academia de Política Partidária.
Iscte
Análise - Iscte
Um trabalho para a vida
Superar o desafio de conseguir tirar uma licenciatura e encontrar um lugar numa empresa que ofereça um emprego estável, onde exista a hipótese dechegar a uma posição de liderança era o objetivo de muitas pessoas na década de 80. O que mudou desde então
Notícia - Lusa
A taxa de risco de pobreza em Portugal, antes de qualquer transferência social, é de 41,8%, apontaram Inês Tavares e Renato Miguel do Carmo, do Observatório das Desigualdades, em estudo agora divulgado, baseado em informação de 2022.
A morte desincrustou-se da ritualidade relacional e do simbólico e foi tomada e colonizada por um enorme aparato técnico-burocrático e mercantilizado do qual ninguém consegue escapar. A morte não só se arreda da proximidade social e pessoal como se afasta do humano.
Artigo - Iscte
A Área Metropolitana de Lisboa (AML), que agrega 18 municípios incluindo Vila Franca de Xira, é a zona do País onde os números da pobreza, privação e desigualdade são mais elevados e onde os indicadores de pobreza mais têm aumentado nos últimos anos. Os dados constam de um estudo de Inês Tavares e Renato Carmo do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte) para o Observatório das Desigualdades que analisou a pobreza em Portugal e onde a AML se destacou pela negativa.
Notícia - CIES - Iscte
Os dados constam de um estudo de Inês Tavares e Renato Carmo, do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia 
Notícia - O Mirante
Os dados constam de um estudo de Inês Tavares e Renato Carmo, do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia 
Análise - Público
Menos rendimentos e capacidade de comprar casa. Jovens do Sul da Europa pior do que as gerações mais velhasHá uma tendência na União Europeia para a diminuição de proprietários de habitação, em prol do arrendamento. Tendência particularmente sentida na faixa etária entre os 30 e os 39 anos.
  A solidão afeta cada vez mais pessoas. No final do ano passado, a OMS reconheceu que se trata de um "problema global de saúde pública" e criou uma comissão internacional para estudar a gravidade do fenómeno e apresentar medidas de mitigação. <br...< p="">
Diário de Notícias
"Subsidiodependência entrou para o léxico político. Mas existe mesmo?
Chega e PSD apontam a mira a quem está "subsidiodependente do Estado". Economistas e sociólogos questionam o conceito. E os números ajudam a desconstruir essa ideia. A maioria dos que recebem prestações sociais ou trabalham ou já trabalharam ou ainda nâo têm idade para trabalhar", diz o sociólogo Renato Carmo.
Análise - Expresso
Ministério Sombra é uma iniciativa do Expresso em que desafiamos especialistas a vestirem a pele de ministro por um dia nas suas áreas de competências. Nesta edição Sara Falcão Casaca e Renato do Carmo, ambos sociólogos, ambos professores universitários, enquanto “Ministros da Igualdade” falam sobre as múltiplas desigualdades que marcam Portugal e as políticas públicas indispensáveis. O mercado de trabalho é incontornável.  
Análise - CNN
O pacote de medidas de apoio aos jovens apresentado esta semana pelo Governo deixa claro que os jovens são já um ativo político importante, pelo que a própria AD pode também tentar vantagem disso mesmo, não para agora, mas para o futuro