Ciência-IUL    Autores    Susana Batel    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
JUSTENERGY_Intersections of right-wing populism and (un)just rural energy transitions in Portugal as communicative and socio-spatial practices
Um dos principais problemas que as sociedades contemporâneas globalizadas e climaticamente alteradas enfrentam é o aumento da pressão nos territórios, especialmente nas zonas rurais. São exemplos dessa pressão os desastres naturais induzidos pelas alterações climáticas e conflitos políticos que levam à migração de indivíduos e comunidades, assim como as políticas para a construção de infraestruturas energéticas renováveis de larga escala, como parques eólicos e solares. De fato, um crescente corpo de pesquisa das ciências sociais tem-se focado em compreender por que é que, apesar de as pessoas tenderem a concordar com a geração de energias renováveis de uma maneira geral, é frequente encontrar resistência local à construção de infraestruturas de energias renováveis [1;2]. Esta pesquisa tem tentado compreender a oposição local de forma a ultrapassá-la [2]. Contudo, abordagens mais recentes e críticas começaram a apontar que (1) o aumento da oposição local pode dever-se às transições energéticas renováveis poderem implicar muitas das mesmas injustiças sociais e ambientais que o status quo não-renovável [3; 4; 5; 6]; e que (2) o aumento da comunicação e disseminação de discursos do populismo de extrema-direita pode também estar a fomentar a negação das alterações climáticas e resistência associada às transições energéticas renováveis [7; 8; 9; 10; 11]. No entanto, estas duas linhas de investigação não têm sido articuladas de forma a explorar se e como a organização comunicativa e sócio espacial das chamadas transições energéticas renováveis, até agora sobretudo materializadas na construção imposta e não-participada de infraestruturas de larga escala, pode também contribuir para a adesão das comunidades locais a molduras populistas de extrema-direita tal como comunicadas pelos meios de comunicação social. Estas molduras, de que são exemplo discursos de anti elitismo, nacionalismo e nativismo [11; 12], podem, por seu turno, fomentar a resistência local não só em relação ...
Informação do Projeto
2021-10-01
2023-05-31
Parceiros do Projeto
Representations of renewable energy and associated infrastructures in the advertisements of energy companies in Portugal and Switzerland
Informação do Projeto
2020-06-30
2020-09-30
Parceiros do Projeto
Human-Centric Energy Districts: Smart Value Generation by Building Efficiency and Energy Justice for Sustainable Living
The EU has used the Strategic Energy Technology Plan to transfer power to consumers, by decentralising the energy ecosystem by establishing “100 positive energy districts by 2025 and 80% of electricity consumption to be managed by consumers in 4 out of 5 households”. The SMART-BEEjS recognises that this requires the systemic synergy of the different stakeholders, balancing attention towards technological and policy oriented drivers, citizens and society needs, providers and technology capabilities and value generation system synergies in order to deliver the transition without leaving large parts of the population behind. Smart-BEEjS covers all angles of this eco-system, to train a generation of transformative and influential champions in policy design, techno-economic planning and business model innovation in the energy and efficiency sectors, mindful of the personal and social dimensions, as well as the nexus of interrelation between stakeholders in energy generation, efficiency and management. 
Informação do Projeto
2019-04-01
2023-03-31
Parceiros do Projeto
The 'Urban Village' against the 'City for Profit': Querying NIMBY through a comparative analysis of touristification in Lisbon and Madrid
Informação do Projeto
2019-04-01
2019-09-30
Parceiros do Projeto
Multi-sectoral approaches to Innovative Skills Training for Renewable energy And sociaL acceptance
he project MISTRAL, funded by European Union within the Horizon2020 program, involves 15 linked PhD studentships based at 7 European universities with a variety of industrial placements, summer schools and shared training. The project aims to nurture a new generation of researchers who can effectively evaluate the complexity of social acceptance issues facing the deployment of renewable energy infrastructure and propose innovative solutions in a variety of research, government and business contexts. MISTRAL will do this by fostering a vibrant inter-disciplinary environment to change the way we understand and respond to declining social acceptance of renewable energy infrastructure and engage a wider range of inter-sectoral stakeholders to develop innovative solutions. It will also provide an innovative training environment where young researchers can develop advanced skills in research and transferable skills, benefit from a range of diverse secondment experiences and debate current issues with some of the world leading researchers in the field, in order to develop advanced capacities for progressing Europe’s energy transition.
Informação do Projeto
2018-09-01
2022-08-30
Parceiros do Projeto
Metaphors and place attachment
Informação do Projeto
2018-04-01
2018-09-30
Parceiros do Projeto
Representações dos media portugueses sobre a construção do aterro nuclear em Almaraz, Espanha: Para além da percepção de risco
Informação do Projeto
2017-04-01
2017-12-31
Parceiros do Projeto
Para uma melhor compreensão das ideias e práticas em relação às energias renováveis: Energias renováveis como um processo de mudança social
Informação do Projeto
2016-04-01
2016-12-31
Parceiros do Projeto