Artigo não publicado nas atas da conferência
Tipologia e construção de abóbadas góticas
Soraya Genin (Genin, Soraya M.);
Título Evento
Práticas da Arquitectura. Abóbadas e cantarias
Ano
2017
Língua
Português
País
Portugal
Mais Informação
--
Abstract/Resumo
Esta comunicação apresenta uma análise arquitetónica de abóbadas góticas, desenvolvida no âmbito da tese de doutoramento “Voûtes à nervures Manuélines. Le caractère innovant de João de Castilho”, publicada em 2014. A partir da análise de quase 1000 abóbadas europeias, em França, Inglaterra, Europa Central, Espanha e Portugal, efetuou-se uma base de dados e criou-se um método de classificação de abóbadas góticas. Conclui-se que a tipologia das abóbadas varia de um país para outro e as suas formas dependem do método de conceção e de construção utilizado. A partir de levantamentos arquitetónicos, estudou-se a geometria de 43 abóbadas manuelinas, em particular de João de Castilho (c. 1470-1552). Apresentam-se hipóteses de traçado e de construção das abóbadas, utilizando as técnicas de Hernán Ruiz (1500-1569) e de Rodrigo Gil de Hontañón (1500-1577), arquitetos espanhóis contemporâneos.
Agradecimentos/Acknowledgements
--
Palavras-chave
Abóbadas,Cantaria,Nervuras,Gótico,João de Castilho

Com o objetivo de aumentar a investigação direcionada para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável para 2030 das Nações Unidas, é disponibilizada no Ciência-IUL a possibilidade de associação, quando aplicável, dos artigos científicos aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Estes são os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável identificados pelo(s) autor(es) para esta publicação. Para uma informação detalhada dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, clique aqui.