Ciência-IUL    Autores    Ana Raquel Matias    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Documentation of Cora in San Juan Corapan
The community of San Juan Corapan is rightfully protective if its cultural heritage, and any perceived misuses of this. As such to guarantee that the project takes place in a respectful manner, beneficial to all parties involved, I will conduct community consultation sessions at the beginning, middle and end of the project period and to ensure that all members of the community have a chance to air their concerns and offer their participation. All community members who undertake work as consultants will be asked for consent upon establishing a working relationship. The consent form (either signed or read to the consultant and filmed) will feature the following points: The nature of the consultant’s participation in the project A request for basic metadata- age, gender, profession, and linguistic biography. A guarantee of payment, either in an hourly payment of 80 Pesos MXN, or the provision of gifts. A clear statement of my intent to establish an open access online corpus of the Cora language. The right to withdraw at any time during the documentation project. The guarantee that I will remove any compromising information (for example gossip, discussion of community disputes) from a recording, and consult with the speaker if I believe a recording to contain this. A guarantee of group and individual consultation on the materials to be featured in the archive. This consultation will be continual, following each session. The group consultation will take into account the views of the wider community on the kind of materials that can and should be shared. I will also adhere to ethical requirements of my host institution, CIES-IUL.
Informação do Projeto
2018-11-05
2020-01-31
Parceiros do Projeto
Migrações, Linguagem e Educação
O trabalho de investigação nestes 6 anos incide no aprofundamento e consolidação de reflexões teóricas sobre dinâmicas das políticas linguísticas no terreno, dando espaço à sociologia das práticas. Este trabalho surge fundamentado na continuação da exploração empírica e metodológica iniciada em 2014, a várias escalas e em quatro etapas de investigação.  Durante quatro anos, está previsto desenvolver três projetos, e organizar um ciclo de seminários:  1) continuando o projecto “Konta bu storia: Padrões de Aculturação Linguística entre Descendentes de Imigrantes Africanos no Vale da Amoreira” - combinando abordagens qualitativas e quantitativas na análise das atitudes dos jovens participantes face à diversidade linguística do seu quotidiano, assim como de outros atores nos espaços onde decorre a sua socialização linguística e formativa (família, escola, bairro);  2)  iniciando um segundo projeto: “Trovoada de Ideias: Inclusão Linguístico-social dos Estudantes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) no Ensino Superior Português” - um projeto de investigação-ação no ISCTE-IUL, que adopta uma abordagem de inclusão multidimensional (porque linguística, cultural e social) junto de estudantes internacionais africanos, através da aplicação de metodologias mistas (observação participante em sala de aulas, grupos focais, entrevistas semi-estruturadas, formação dos vários actores implicados);  3) iniciando um terceiro projeto, “Mobilidades e língua: as motivações e perfis sociológicos dos jovens que procuram a certificação em língua portuguesa no mundo” – num estudo quantitativo que parte da base de dados do CAPLE, com o objetivo de estudar perfis sociológicos e sociolinguísticos nos domínios da avaliação e da certificação da proficiência em português língua estrangeira (PLE), 4) continuar o ciclo de 6 seminários com periodicidade anual, sobre o título: “Políticas e práticas linguísticas em Portugal, escolhas institucionais, familiares e individuais” – ci...
Informação do Projeto
2018-11-01
2024-10-31
Parceiros do Projeto
Pre and Post – Arrival Schemes to facilitate inclusion and prevent xenophobia and radicalization
O projeto PandPAS centra-se no apoio posterior à chegada para a integração de pessoas com necessidade de proteção internacional. Simultaneamente, produz ferramentas para atividades anteriores à partida e práticas piloto para promover a inclusão e a participação ativa de nacionais de países terceiros na sociedade em geral. O projeto resulta de experiências das regiões italiana, croata e eslovénia onde existem "hubs" grandes ou médios. Também faz uso da abordagem portuguesa em termos do “acolhimento e integração generalizados" e da experiência cipriota no campo do empreendedorismo social para a inclusão de nacionais de países terceiros.  
Informação do Projeto
2017-10-01
2019-09-30
Parceiros do Projeto
Mobilidades e língua: as motivações e perfis sociológicos dos jovens que procuram a certificação em língua portuguesa no mundo
Este projeto realiza-se ao abrigo do Protocolo CIES/CAPLE, concretizando o desenvolvimento de estudos relacionados com perfis sociológicos e sociolinguísticos nos domínios da avaliação e da certificação da proficiência em português língua estrangeira (PLE). Pretende identificar perfis sociológicos dos jovens que procuram a certificação do português como língua estrangeira (PLE), a partir de dados sociodemográficos (sexo, idade, naturalidade, nacionalidade, nível de escolaridade, situação perante o trabalho, profissão) e das motivações apresentadas para a mesma certificação. Procura ainda compreender de que modo a aprendizagem e certificação da língua portuguesa se inserem num projeto de mobilidade individual, e de que forma a aprendizagem linguística se constitui como um dos fatores de favorecimento da emergência desse projeto. A análise irá suportar-se na base de dados internacional do CAPLE, e contemplará os candidatos a certificação em português como língua estrangeira, jovens (entre os 18 e os 30 anos), num período de 5 anos (2010-2015).  
Informação do Projeto
2017-01-01
2018-12-31
Parceiros do Projeto
Trovoada de Ideias: Inclusão Linguístico-social dos Estudantes dos PALOP no Ensino Superior Português
O projeto parte de dois diagnósticos aplicados a estudantes e professores de Instituições de Ensino Superior (IES) portuguesas, sobre inclusão académica de estudantes vindos de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), em duas instituições: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (2013) e ISCTE-IUL (2016). Em ambos os diagnósticos, foi clara a necessidade de adotar estratégias e instrumentos de promoção da inclusão de estudantes internacionais dos PALOP, nomeadamente de produzir e testar materiais para aprofundar as suas competências linguístico-comunicativas para fins académicos e em diferentes variedades da língua portuguesa. Por um lado, competências de compreensão oral e escrita do português europeu utilizado nas IES portuguesas; por outro, competências de produção de textos orais e escritos exigidos pela atividade académica em qualquer língua e respetivas variedades. Projetos anteriores no ISCTE-IUL e noutras IES portuguesas têm apontado no mesmo sentido, mas sem o aprofundamento da problemática sociolinguística central neste projeto.   O projeto de investigação-ação assume duas necessidades fundamentais. Em primeiro lugar, promover um conhecimento mais aprofundado sobre os repertórios linguísticos comunicativos e competências de cada estudante, por duas vias:  a) reconhecendo as variedades africanas da língua portuguesa e os contextos sociolinguísticos de cada país de origem (as quais constituem normas legítimas formalmente reconhecidas pela Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) em 2010, 2013 e 2016 (Planos de Ação de Brasília, de Lisboa e de Díli); b) promovendo um conhecimento mais informado das diferenças entre os sistemas educativos nos países de origem e o ensino superior no país de acolhimento, considerando as práticas escolares anteriores dos estudantes ao longo de 12 anos de escolaridade em português língua materna (L1) ou língua segunda (L2). Em segundo lugar, assumimos a necessidade de identifi...
Informação do Projeto
2016-01-01
2020-12-31
Parceiros do Projeto
Konta bu storia: Padrões de aculturação linguística entre descendentes de imigrantes africanos no Vale da Amoreira
O presente projecto pretende estudar as atitudes linguísticas de um grupo de descendentes de imigrantes africanos de língua oficial portuguesa (PALOP) perante o reportório linguístico que revelam enquanto indivíduos bi/plurilingues – potencialidade definida pela sua origem familiar imigrante e pelas aspirações linguísticas dos pais. Nascidos em Portugal, frequentaram uma experiência-piloto de ensino bilingue durante o 1.º ciclo (ensino em cabo-verdiano - português, projecto coordenado pela Professora Dulce Pereira do ILTEC, actual CELGA/ILTEC, e financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian), frequentando o 2º ciclo EB no início deste projeto. No entanto, a aparente proximidade histórica e linguística com o português não se revela uma mais-valia em termos comparativos, particularmente no que se refere à sua trajectória escolar. Combinando abordagens qualitativas e quantitativas, pretende-se analisar as atitudes destes jovens face à diversidade linguística do seu quotidiano, assim como doutros actores nos espaços onde decorre a sua socialização linguística e formativa (família, escola, bairro). Estudando os processos pelos quais estas atitudes configuram as línguas enquanto recursos ou problemas, analisamos também o seu impacto nos vários espaços de socialização e cidadania, identificando diferentes padrões de aculturação linguística intra e intergeracional.
Informação do Projeto
2014-12-01
2022-10-30
Parceiros do Projeto
Políticas de ensino da língua portuguesa para imigrantes adultos em Portugal com pouca ou nenhuma escolarização: institucionalização e desafios
O objectivo geral do projeto é justamente contribuir para a definição de estratégias de aprendizagem adequadas aos adultos imigrantes com pouca ou nenhuma escolaridade, em diferentes contextos de aprendizagem da língua portuguesa enquanto língua não materna, no intuito de incluir este grupo específico nos programas de aprendizagem em curso. Pretendeu-se, primeiro, traçar uma caracterização da população nacional de países terceiros a frequentar os diversos contextos formativos de ensino de português língua não materna existentes na oferta educativa e institucional a nível nacional, procurando identificar as características sociodemográficas do subgrupo que é objecto central deste estudo. Esta dupla caracterização, que constituiu um primeiro patamar no plano de trabalhos, possibilitou identificar os grupos mais vulneráveis dentro de um grupo já de si com necessidade específicas a nível de competências linguísticas e dificuldades no acesso à formação, bem como revelar a sua importância no seio da população de origem imigrante. Num segundo momento, investigamos como a alfabetização de imigrantes/estrangeiros em Portugal tem sido tida em conta ao nível das políticas de integração destinada à população imigrante, seja em termos de inserção socioprofissional, de oportunidades educativas, processos de naturalização ou de participação cidadã. Dentro das políticas existentes focamos no enquadramento do processo de aprendizagem da língua portuguesa enquanto língua não materna no seio das políticas de integração, revisando os recursos existentes para este fim -- materiais diversos, recursos humanos, espaços disponíveis, redes de trabalho implicadas. Num terceiro momento, levamos a cabo o aprofundamento destes contextos e do perfil dos indivíduos, através dum trabalho de etnográfica de sala de aulas e etnografia linguística em contextos diferentes de formação na Grande Lisboa. Da combinação destes três momentos de investigação elaboramos um diagnóstico das políticas e metodo...
Informação do Projeto
2014-01-01
2016-12-31
Parceiros do Projeto
Desafios Educativos na Europa do Sul. Equidade e Eficiência em tempos de crise
O projeto CESE incide em cinco áreas institucionais de impacte da crise: a educação e formação inicial; os mecanismos de apoio à transição da escola e da formação para o trabalho; a educação de adultos e a aprendizagem ao longo da vida; a transparência das qualificações e a articulação entre os sistemas de educação e de formação; a estrutura de serviços e benefícios destinados a garantir o acesso universal à educação e à formação.Em cada uma das cinco áreas serão trabalhadas as seguintes dimensões de análise: (a) diversidade e importância relativa das vias disponíveis no sistema; (b) curriculos; (c) recursos humanos (d) orçamento e circuitos de financiamento; (5) quantidade e qualidade dos espaços físicos.
Informação do Projeto
2013-06-01
2015-05-31
Parceiros do Projeto
Toward a Social Construction of an European Youth-Ness: Experience of Inclusion and Exclusion in the Public Sphere among Second Generation Migrated Teenagers
Desenvolver investigação utilizando métodos quantitativos e qualitativos sobre a realidade dos jovens filhos de imigrantes nas cidades europeias.
Informação do Projeto
2006-05-29
2006-06-29
Parceiros do Projeto
Levantamento Bibliográfico sobre Imigração e Minorias Étnicas (2000-2006)
Trata-se de um levantamento bibliográfico de documento sobre imigração e minorias étnicas, com referência empírica à sociedade portuguesa, publicados no período de 2002-2006.
Informação do Projeto
2006-03-03
2006-05-01
Parceiros do Projeto
Crianças e Jovens em Risco de Exclusão Social no Bairro de Casal da Boba (Amadora) - Projecto de avaliação de acompanhamento
Contribuir, de forma teórica e empiricamente fundamentada, para a auto-correcção permanente do projecto de intervenção, promovendo a reflexão crítica dos actores envolvidos no que se refere a objectivos, acções e resultados.
Informação do Projeto
2005-11-16
2009-12-31
Parceiros do Projeto
Jovens Descendentes de Migrantes Africanos em Portugal: Transição para a Integração ou para a Exclusão Social?
Este projecto visa conhecer a situação social da chamada segunda geração, mais especificamente daqueles que estão na faixa etária jovem (15-29 anos), no sentido de saber se a sua transição para a vida adulta prefigura quadros futuros de integração ou de exclusão social.
Informação do Projeto
2003-06-16
2005-10-31
Parceiros do Projeto