Ciência-IUL    Autores    José Soares Neves    Projetos de Investigação
Projetos de Investigação
Evolução das Práticas de Leitura dos Alunos dos Ensinos Básico e Secundário - Barómetro
O projeto tem como objetivo central a construção de um sistema de observação regular, de base anual, das práticas de leitura dos estudantes abrangidos pela escolaridade obrigatória, em particular no que respeita aos seus principais indicadores de caracterização, acompanhamento e avaliação. A produção de relatórios anuais sobre a evolução das práticas de leitura, no quadro de crescente integração das tecnologias da informação e da comunicação nas atividades económicas, sociais e culturais nas modernas sociedades contemporâneas, permitirá robustecer a capacidade de diagnóstico de problemas e de construção de soluções neste domínio, respondendo assim à exigência de políticas públicas informadas pelo conhecimento.
Informação do Projeto
2022-09-01
2023-07-31
Parceiros do Projeto
Práticas de Promoção da Leitura: Inquérito aos Mediadores de Leitura
No seguimento da investigação sobre as práticas de leitura dos estudantes portugueses, o PNL2027 deu início no ano de 2022 ao estudo sobre as Práticas de Promoção da Leitura junto da população jovem. O novo estudo tem como objetivo a caracterização dos mediadores da leitura, bem como o recenseamento, análise e discussão das práticas de promoção da leitura junto da população em idade escolar, entre os seis e os 18 anos. O universo do estudo é constituído por um conjunto alargado de atores que, em diferentes contextos, partilham a responsabilidade de estimular a leitura: professores do 1.º ciclo, professores de português dos restantes ciclos do ensino básico e do ensino secundário, professores bibliotecários, bibliotecários e curadores de projetos do PNL2027 ou de outros projetos de promoção da leitura. O presente estudo é realizado pelo OPAC – Observatório, Português das Atividades Culturais, uma estrutura do CIES-Iscte e conta com a colaboração da Rede de Bibliotecas Escolares e da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência. O financiamento é assegurado pela McDonald’s.
Informação do Projeto
2021-12-01
2023-01-31
Parceiros do Projeto
DOCLISBOA – Festival Internacional de Cinema: impacto do festival e seus públicos
O presente acordo de parceria tem como objeto a realização de um projeto de investigação sobre o impacto do Doclisboa e os seus públicos e participantes profissionais presentes na 19ª, 20ª, e 21ª edições do Festival, a decorrer em 2021, 2022 e 2023, respetivamente. A metodologia é quantitativa, de inquérito por questionário aos públicos presenciais e de inquérito por questionário online aos participantes profissionais. O objetivo do inquérito aos púbicos presenciais é recolher informação sobre os seus perfis sociais e sobre diversas vertentes da sua relação com o Doclisboa, com este 19º Festival e com o cinema. O objetivo do inquérito aos participantes profissionais é recolher informação sobre os seus perfis social e profissional, avaliações e opiniões sobre o Festival, e sobre o impacto económico da deslocação na cidade de Lisboa. Colaboração com a equipa de investigação no 19º e no 20º Festivais, 2021 e 2022, de Carolina Luz, mestranda em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação no Iscte. Colaboração no estudo da 19ª edição da investigadora Sónia Apolinário.
Informação do Projeto
2021-09-10
2023-08-31
Parceiros do Projeto
Plano Regional de Cultura do Alentejo para 2020-2030: estudo preliminar de diagnóstico
O objeto da presente parceria do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa com a Direção Regional de Cultura do Alentejo, através do OPAC - Observatório Português das Atividades Culturais, é a realização de um estudo preliminar de diagnóstico tendo em vista informar a posterior definição do Plano Regional de Cultura do Alentejo para 2020-2030. A metodologia é mista, com recurso a fontes estatísticas secundárias (estatísticas oficiais) e documentais, de inquérito por questionário (câmaras municipais comunidades intermunicipais) e de entrevistas individuais (dirigentes e funcionários de instituições públicas e privadas) e por grupos focais (comunidades intermunicipais e agentes privados com atividade em vários domínios culturais).   Equipa de investigação: José Soares Neves (CIES-Iscte, OPAC) (coordenador) Pedro Prista (Iscte-IUL) (coordenador) Sofia Costa Macedo (OPAC, CIES-Iscte) Ana Paula Miranda (OPAC, CIES-Iscte) Jorge Santos (OPAC, CIES-Iscte, DGPC) Catarina Santos (Iscte-IUL) Sheila Palomares Alarcón (CIDEHUS-IIFA-UÉ)
Informação do Projeto
2020-12-04
2021-07-03
Parceiros do Projeto
Estudo Sector Artístico e Cultural em Portugal
O Estudo Sector Artístico e Cultural em Portugal decorre de um acordo de parceria institucional entre a Direção-Geral das Artes (DGARTES) e o  Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, através do Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC), no sentido de dar sequência ao determinado na Resolução do Conselho de Ministros n.º 41/2020, de 6 de junho, que aprovou o Programa de Estabilização Económica e Social. O Estudo visa analisar os impactos da crise a curto e médio prazo, com a produção de indicadores atualizados que permitam caracterizar rigorosamente a situação laboral dos trabalhadores do setor, os equipamentos existentes e as entidades artísticas, de modo a suportar a tomada de decisões estratégicas da área governativa da cultura e informar entidades públicas, privadas e os cidadãos. O estudo tem três objetivos: - Fazer um levantamento e caraterizar os profissionais da cultura como trabalhadores independentes, precários ou intermitentes quanto aos perfis sociais e aos perfis laborais e identificar impactos da crise pelo COVID-19 a curto e a médio prazo através de um inquérito nacional que reflita a situação de artistas, autores, técnicos; - Partilhar com a DGARTES indicadores sobre o universo das entidades candidatas aos programas de apoio às artes, tendo como finalidade uma melhor adequação do modelo aquando da sua revisão e de preparação do novo ciclo de apoios plurianuais com a entrada em vigor no início de 2022; - Criar o Atlas Artístico e Cultural de Portugal, para a caraterização dos equipamentos culturais existentes e das estruturas e entidades artísticas em atividade.
Informação do Projeto
2020-07-29
2022-07-31
Parceiros do Projeto
Diagnóstico e Caraterização dos Museus da DGPC e das DRC
O presente projeto de investigação decorre de um acordo de parceria entre o Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC) e a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC)  e tem como objeto o diagnóstico dos museus sob dependência da DGPC e das Direções Regionais de Cultura (DRC) com vista à sua caraterização rigorosa e produção de indicadores que sirvam de base às propostas e recomendações previstas nas competências cometidas ao Grupo de Projeto para os Museus no Futuro (GPMF), criado pela Resolução de Conselho de Ministros nº 35/2019, de 7 de fevereiro.
Informação do Projeto
2019-08-01
2020-10-31
Parceiros do Projeto
Públicos da Exposição Loulé, Territórios, Memórias, Identidades no Museu Nacional de Arqueologia
Públicos da Exposição LOULÉ, Territórios, Memórias Identidades, no Museu Nacional de Arqueologia, é um estudo do Observatório Português das Atividades Culturais promovido pela Câmara Municipal de Loulé/ Museu Municipal de Loulé e pelo Museu Nacional de Arqueologia/Direcção-Geral do Património Cultural.
Informação do Projeto
2019-06-25
2020-01-31
Parceiros do Projeto
Da Salvaguarda à Valorização: os Monumentos Nacionais de Portugal e a Abertura ao Público
Na sequência da discussão promovida no âmbito do Grupo de Trabalho sobre Estatísticas da Cultura do Conselho Superior de Estatística (2006-2010), foi aprovada em 2010 uma recomendação na Seção Permanente de Estatísticas Demográficas e Sociais do Conselho Superior de Estatística para que fosse criado um novo projeto no Instituto Nacional de Estatística com o objetivo de dotar o país de estatísticas oficiais sobre o património imóvel classificado. O presente estudo do OPAC - Observatório Português das Atividades Culturais visa contribuir para a concretização desse objetivo considerando a relevância cultural, social e económica da valorização do património cultural imóvel classificado, por um lado, e a importância das estatísticas oficiais como instrumento fundamental das políticas públicas, por outro. Do ponto de vista metodológico é um estudo extensivo, de inquérito por questionário, em que a dimensão da abertura ao público é central. Parte-se da informação disponível sobre o património classificado para determinar o universo - nesta fase do estudo circunscrito à categoria dos monumentos com a proteção de monumentos nacionais – objeto do inquérito de caraterização. É um estudo de periodicidade anual iniciado em 2019 (dados referenciados a 2018). O questionário da edição de 2020 incluiu a recolha de dados de 2019 e um módulo sobre os impactos da Covid-19.
Informação do Projeto
2019-04-01
2021-09-30
Parceiros do Projeto
Estudo Perfis Sociais e Práticas Profissionais dos Membros do ICOM Portugal
Inquérito por questionário online aos membros da secção nacional portuguesa do ICOM (Conselho Internacional de Museus) sobre as suas práticas associativas e profissionais e os seus perfis sociais. Este estudo inédito tem dois grandes objetivos: informar a direção do ICOM Portugal quanto às actividades a realizar; e contribuir para o conhecimento dos profissionais dos museus e do emprego cultural e não cultural com intervenção nos museus em Portugal a partir do universo constituído pelos membros desta associação. O estudo decorre de uma parceria entre o ICOM Portugal e o OPAC.
Informação do Projeto
2019-01-01
2020-03-31
Parceiros do Projeto
Práticas de Leitura dos Estudantes Portugueses
Estudo promovido pelo Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL 2027) com a colabotação da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), e a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), sobre as práticas de leitura não escolares dos estudantes dos ensinos básico e secundário. A metodologia é quantitativa, de inquérito por questionário a uma amostra representativa dos vários níveis de ensino em estudo. A equipa de investigação conta com a consultoria de Isabel Alçada.
Informação do Projeto
2019-01-01
2021-09-30
Parceiros do Projeto
Observatório Português das Atividades Culturais
O OPAC - Observatório Português das Atividades Culturais é uma estrutura constituída em dezembro de 2018 no quadro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa, responsável pelo seu funcionamento e coordenação científica. Tem como missão o estudo, produção e disponibilização pública de informação rigorosa e atualizada nos diversos domínios culturais visando desta forma contribuir para os debates atuais na sociedade portuguesa e para a formulação, acompanhamento e avaliação das políticas públicas.
Informação do Projeto
2018-12-01
--
Parceiros do Projeto
Sociologia da cultura, das artes e dos museus
O presente plano de trabalhos detalha e calendariza as atividades que me propus desenvolver para o período de seis anos de execução do contrato, de acordo com a carta de motivação apresentada: captar, propor e realizar projetos de investigação e estudos; estabelecer (em alguns domínios, reforçar) parcerias com instituições públicas da área da cultura; disseminar resultados das pesquisas em artigos científicos e outras publicações científicas e em conferências; orientar teses e dissertações; aprofundar a reflexão teórica sociológica sobre os museus; e reforçar a área da cultura do Grupo de Investigação Sociedade do Conhecimento, Competências e Comunicação (GI SCCC) do CIES-IUL. Às referidas atividades, e na verdade transversal a todas elas, acrescenta-se a criação e desenvolvimento do Observatório Português das Atividades Culturais (OPAC), atividade central na articulação com o projeto estratégico do CIES-IUL (2018) “ancorado num conjunto de estruturas de pesquisa permanentes” nas quais se integram os observatórios.
Informação do Projeto
2018-11-01
2024-10-31
Parceiros do Projeto
Estudo de Públicos de Museus Nacionais: edição de resultados (2ª fase)
Esta fase do projeto Estudo de Públicos de Museus Nacionais, promovido pela DGPC e coordenação científica do CIES-IUL,  consiste na apresentação dos resultados específicos de nove dos quatorze museus participantes: Museu Nacional dos Coches, Museu Nacional de Grão Vasco, Museu Nacional do Teatro e da Dança, Museu Nacional do Traje, Museu Nacional da Música, Museu Nacional de Etnologia, Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado, Museu Monográfico de Conimbriga - Museu Nacional e Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves.
Informação do Projeto
2018-05-10
2019-12-31
Parceiros do Projeto
Educação de adultos e aprendizagem ao longo da vida em Portugal e na Europa. Tendências, práticas e perfis
O presente projeto de investigação é constituído por duas dimensões de análise: aprendizagem ao longo da vida e cultura. Será concretizado a partir de uma análise secundária de dados das 3 edições (2007, 2011 e 2016) do Inquérito à Educação de Adultos (IEFA), um inquérito promovido a nível europeu pelo Eurostat, e realizado em Portugal pelo INE, que inclui indicadores alargados sobre a educação e aprendizagem, assim como sobre práticas culturais.  A primeira dimensão desta investigação incide na relação dos adultos pouco escolarizados com a aprendizagem ao longo da vida. Pretende-se elaborar uma tipologia que distinga diferentes perfis deste segmento da população. A segunda dimensão, referente à cultura, incide na relação entre aprendizagem e práticas culturais e na relação dos inquiridos com instituições culturais, procurando-se identificar o volume e a intensidade dessas práticas numa perspetiva comparada transnacional e inter-regional nacional, bem como elaborar uma tipologia que elucide sobre os modos de relação com a cultura.   
Informação do Projeto
2018-03-01
2020-06-30
Parceiros do Projeto
Estudo de Públicos de Museus Nacionais: edição de resultados
Esta fase do projeto Estudo de Públicos de Museus Nacionais, promovido pela DGPC e coordenação científica do CIES-IUL,  consiste na apresentação dos resultados específicos nos museus participantes e a edição do relatório global e de cinco museus: Museu Nacional de Arqueologia, Museu Nacional de Arte Antiga, Museu Nacional do Azulejo, Museu Nacional de Machado de Castro e Museu Nacional Soares dos Reis.
Informação do Projeto
2017-11-06
2018-05-05
Parceiros do Projeto
Estudo Posicionamentos das Entidades Artísticas no Âmbito da Revisão do Modelo de Apoio às Artes
O estudo enquadra-se no processo de revisão do modelo de apoio financeiro às artes do MC/SEC/DGArtes, que se pretende o mais participado possível, e visa identificar posicionamentos a partir dos contributos expressos pelas entidades artísticas, sobre um conjunto alargado de dimensões, no quadro e a partir da experiência de relação com o referido modelo. O universo é constituído pelas entidades profissionais, coletivas e singulares, registadas na plataforma de gestão dos apoios da DGArtes. A metodologia é extensiva quantitativa, de inquérito por questionário, com questões fechadas, pré-codificadas, com tratamento estatístico, para caraterização das entidades participantes, e com perguntas abertas para recolha de contributos, com codificação a posteriori e análise de conteúdo. O questionário é de resposta autoadministrada, aplicado online na plataforma Qualtrics.
Informação do Projeto
2017-02-27
2017-07-26
Parceiros do Projeto
Comércio Livreiro em Portugal: Estado da arte na segunda década do século XXI
Conhecidas as limitações e a rápida desatualização da informação disponível em Portugal sobre o sector do livro para uma apropriada tomada de decisões, tanto por parte dos associados da APEL como dos profissionais do livro e das instituições relacionadas com o comércio livreiro, os objetivos deste estudo são dois: a realização de um diagnóstico do comércio livreiro no início da segunda década do século XXI e a identificação das tendências de evolução verificadas ao longo de um período que coincide com a viragem do século. O estudo decorreu entre fevereiro e junho de 2014. A estratégia metodológica utilizada assenta em pesquisa documental, construção e sistematização de indicadores estatísticos e entrevistas a livreiros independentes.
Informação do Projeto
2014-02-01
2014-05-31
Parceiros do Projeto
Práticas e modos de apropriação da leitura na era digital
Num contexto de profundas mudanças impulsionadas pelas novas tecnologias de informação pretende-se identificar os novos modos de relação com a leitura por elas induzidos, à escala individual e intraindividual, numa perspetiva diacrónica, seja quanto às relações entre suportes impressos e digitais, seja quanto às leituras de lazer e às realizadas noutros contextos, em particular o profissional. O objeto de estudo centra-se nas práticas e os modos de apropriação da leitura. O modelo de análise inclui duas outras dimensões suscetíveis de contribuir para a sua interpretação e explicação, as trajetórias de vida e os contextos das práticas. A estratégia metodológica adotada é mista, ou seja, centra-se em métodos qualitativos intensivos sem descurar o recurso a métodos quantitativos extensivos.  
Informação do Projeto
2013-10-01
2018-10-31
Parceiros do Projeto
Estudo de Públicos de Museus Nacionais - concepção e aplicação
O Estudo de Públicos de Museus Nacionais (EPMN) foi promovido pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), entidade responsável pelas políticas museológicas em Portugal, com o   Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) como o parceiro científico e o apoio mecenático da Fundação Millennium bcp e da ONI.Visou a produção de informação atualizada e fiável sobre os públicos, para o conjunto e para cada um dos 14 museus tutelados pela DGPC, num leque alargado de dimensões (e.g. perfis sociais, relação com museus em geral e com o museu inquirido em particular, perfis de práticas culturais), promovendo assim o seu conhecimento e, por essa via, uma melhor resposta aos desafios que a relação dos museus com os vários públicos vem colocando.O universo é constituído pelos públicos com 15 e mais anos, nacionais e estrangeiros, que entraram no horário normal de funcionamento e cuja visita incluiu, ainda que não exclusivamente, a componente expositiva, permanente e/ou temporária. O trabalho de terreno decorreu numa base diária de 3 de dezembro de 2014 a 2 de dezembro de 2015. A amostra é de 13.853 questionários válidos.Para além do inquérito aos públicos o estudo incluiu três outras componentes: a caraterização dos museus participantes, das atividades para os públicos e das estatísticas de visitantes durante o trabalho de terreno.
Informação do Projeto
2013-04-08
2015-12-31
Parceiros do Projeto
A Leitura Digital: Transformação do incentivo à leitura e das instituições do livro
O projecto A leitura digital – Transformação do incentivo à leitura e das instituições do livro resulta do protocolo estabelecido entre o CIES-IUL e a Fundação Calouste Gulbenkian, e tem como principal objectivo compreender o fenómeno leitura digital e o seu impacto quer na promoção da leitura, quer na actividade das bibliotecas e do sector editorial. O projecto decorrerá em três etapas – levantamento da situação actual, mapeamento da leitura digital e análise prospectiva, durante as quais se procederá à identificação e análise de projectos de investigação e/ou implementação de leitura digital nacionais e internacionais, segmentação do perfil de leitor, identificação das práticas actuais de leitura digital e de edição, e análise do papel a desempenhar pelas bibliotecas.No que diz respeito à metodologia, devido à extensão, diversidade e complexidade do objecto de estudo, optou-se pela multidisciplinaridade dos instrumentos metodológicos utilizados. Entre os quais: (1) análises comparadas, benchmarking e investigação documental; e (2) investigação de campo – levantamento de dados empíricos. Numa primeira fase serão analisadas múltiplas obras de referência, estudos e relatórios, nacionais e internacionais. Um levantamento essencial tendo em conta a dispersão de dados sobre o objecto de estudo. Para a elaboração do benchmarking internacional contamos com a contribuição de um painel internacional de peritos. A investigação de campo recorrerá a diferentes métodos de recolha de dados como entrevistas e painéis de discussão com actores das diversas áreas em análise (empresas, associações, reguladores, instituições públicas e privadas, etc.), inquérito online internacional às práticas de leitura digital (incluindo as dos portugueses, e focus-groups com vista à identificação de perfis de leitura online e uma segmentação das necessidades desses leitores.
Informação do Projeto
2011-05-01
2013-04-30
Parceiros do Projeto